Prefeito Edivaldo insere novos ônibus com ar-condicionado no transporte público da capital

O Sistema de Transporte Público de São Luís, que nos últimos cinco anos deu um salto na melhoria do atendimento à população com a implantação do programa de reestruturação do setor executado na gestão do prefeito Edivaldo, ganhou mais 17 ônibus novos com ar-condicionado. Os novos veículos foram apresentados na manhã desta quinta-feira (11), em ato realizado na Praça Maria Aragão, com a presença do prefeito Edivaldo. Os veículos vão atender às linhas do Consórcio Viação Primor e Upaon-Açu, que servem aos bairros Cohama, Vicente Fialho, Ipase, Turu e Cidade Operária e integram um lote de 40 veículos que serão disponibilizados à população até o fim deste ano.

Hoje, em termos percentuais, São Luís tem uma das maiores frotas de ônibus com ar-condicionado entre as capitais do Nordeste, um serviço que foi possível implementar com a renovação da frota do transporte público da cidade, que é uma das prioridades de gestão do prefeito Edivaldo.

“Hoje podemos dizer, seguramente, que São Luís tem um sistema de transporte público muito melhor, atendendo ao usuário com mais qualidade, respeito à população que faz uso do serviço. Modernizamos todo o sistema a partir da realização da licitação pública, um dos grandes atos de nossa gestão para corrigir décadas de atraso no sistema e que nos permitiu reestruturar o setor não apenas renovando a frota, mas executando diversas outras medidas para modernização do sistema de transporte como um todo, utilizando novas ferramentas de gestão e controle operacional, sempre visando ao bem-estar da população que passou a contar com um transporte renovado, muito mais ágil e moderno”, afirmou Edivaldo, que na ocasião estava acompanhado da primeira-dama, Camila Holanda, do vice-prefeito Julio Pinheiro; do secretário adjunto de Trânsito e Transporte (SMTT), Israel Pethros e outras autoridades.

O prefeito Edivaldo destacou ainda as melhorias implementadas no sistema de transporte público da capital como um dos grandes legados no rol das medidas estruturantes adotadas por sua gestão para alavancar setores que por décadas foram relegados ao abandono, como era o caso do transporte público. Com a inclusão dos novos ônibus, que também contam com elevadores de acessibilidade, a renovação dos veículos do sistema público de transporte da capital já é de cerca de 75% da frota operante. A melhoria no setor também conseguiu reduzir de 10 anos para 4,5 anos a idade média dos ônibus que trafegam atualmente na cidade. Mais de 30% da frota, hoje, tem ar-condicionado.

Presente ao ato de apresentação dos novos ônibus, o vice-prefeito Julio Pinheiro destacou a renovação do transporte público da cidade como um esforço planejado da gestão do prefeito Edivaldo para garantir qualidade ao setor. “Com o crescimento da cidade e do número populacional tornou-se premente a adoção de medidas para garantir à população um sistema de transporte mais ágil e com mais qualidade. E foi isso que a Prefeitura fez. Os termos da licitação estão sendo plenamente atendidos, com a implantação gradativa de novos veículos ao sistema e realizando também intervenções qualificadas no trânsito que permitiram acabar com os engarrafamentos nos pontos mais críticos da cidade”, observou Julio Pinheiro.

O secretário da SMTT, Israel Pethros, destacou que desde o início da gestão do prefeito Edivaldo, já foram inseridos 619 ônibus novos ao sistema público de transporte da capital, sendo 256 com ar-condicionado, o que corresponde a cerca de 30% da frota circulante. O sistema também conta com dois micro-ônibus com ar condicionado, que fazem a linha Bom Milagre/Centro, e 20 veículos articulados, que possuem uma capacidade maior de transporte de passageiros e atendem principalmente as linhas consideradas de maior demanda. Os modelos articulados têm capacidade para transportar cerca de 200 passageiros por viagem.

Dos 17 ônibus novos inseridos nesta quinta-feira (11) ao sistema, 15 veículos são da Viação Primor, para atender às regiões da Cohama, Vicente Fialho, Turu e Ipase; e dois ônibus são da Concessionária Upaon Açu, para atender à área da Cidade Operária.

“Os novos veículos implantados ao sistema agregaram, sem dúvida, muito mais qualidade ao transporte e tranquilidade ao usuário”, afirmou Israel Pethros, acrescentando ainda que, com a renovação da frota, estão sendo retirados de circulação todos os veículos com mais de 10 anos de atividade, para manter uma frota circulante com uma média de idade entre 4 a 5 anos.

MELHORIA

Conforto, menor tempo de espera e a qualidade dos novos veículos inseridos ao sistema de transporte são os aspectos mais apontados pela população quando analisam o serviço, atualmente. A funcionária pública Josineia Silva Barbosa, 50 anos, que faz uso diariamente de coletivos para se dirigir ao trabalho, relata que é nítida a mudança no atendimento à população.

“O transporte público deu um salto realmente significativo. Não tem como não notar a diferença de anos atrás para agora. Eu pego ônibus todos os dias e percebo que muita coisa mudou, a começar pelos próprios ônibus que hoje são muito mais novos e confortáveis, além de dispor de ar-condicionado”, observou ela.

Os profissionais do Transporte Público também enaltecem as iniciativas para a melhoria do setor. A motorista de ônibus Simone Barros Azevedo conhece bem o antes e depois da reestruturação do setor. “Antes de ser motorista eu também fui por muito tempo cobradora, por isso conheço bem a realidade na área. Sem sombra de dúvida, hoje temos um transporte muito melhor tanto para o usurário do serviço como para nós, profissionais do setor. Fazemos longas viagens e ficamos por muito tempo do nosso dia no trânsito, e fazer esse trabalho com conforto torna novo serviço menos penoso”, relatou.

AÇÕES

Além da licitação, uma das primeiras medidas para promover as melhorias do serviço de transporte na capital foi a modernização do sistema de bilhetagem eletrônica, que permitiu a instalação da biometria facial, equipamento que reconhece a fisionomia do usuário, impedindo as fraudes no sistema porque impossibilita que pessoas utilizem indevidamente o cartão de outros passageiros. A Prefeitura implementou ainda a recarga embarcada, o Bilhete Único, o Cartão Criança e a instalação de GPS em 100% da frota de ônibus, permitindo ao passageiro acompanhar melhor a localização dos veículos em seus trajetos e o tempo de espera nos pontos de ônibus por meio de aplicativo para celular, o Meu Ônibus.

Além disso, outros instrumentos também ajudaram a modernizar o sistema como um todo, a exemplo da Central de Controle Operacional por Videomonitoramento do Trânsito (CCO), que possibilita o acompanhamento direto e em tempo real de todo o sistema de trânsito e transporte da cidade.

Concomitantemente à execução de medidas para renovação da frota e modernização do sistema de transporte da capital, a Prefeitura de São Luís também implementou melhorias no trânsito, realizando intervenções viárias importantes que promoveram um novo traçado geométrico das vias, proporcionando mais fluidez aos veículos e segurança aos pedestres.

Dentre as obras realizadas com essa finalidade destaque para as intervenções no Anel Viário, Forquilha; nas avenidas Guajajaras, Franceses, Africanos, Daniel de La Touche e Carlos Cunhas, nas proximidades do São Luís Shopping; trechos da Avenida Jerônimo de Albuquerque, na Cohab e Angelim, entre outras intervenções.

Participaram também do ato de apresentação dos novos ônibus, na Praça Maria Aragão, os vereadores Osmar Filho e Raimundo Penha; os secretários municipais Ivaldo Rodrigues (Assuntos Políticos), Nonato Chocolate (Agricultura, Pesca e Abastecimento), Cursino Moreira (Planejamento), Fátima Ribeiro (Segurança Alimentar), Andréia Lauande (Criança e Assistência Social), a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Estrela, entre outras autoridades locais.

Assaltos a ônibus caem em 2017 no comparativo com o ano anterior, diz sindicato

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão divulga o resultado do quantitativo de assaltos a ônibus registrados na Grande São Luís nos últimos três meses de 2017. Em Outubro ocorreram 48 ações do tipo; 30 em Novembro e 42 assaltos em Dezembro. Desta forma, durante todo o ano passado foram contabilizados oficialmente, 580 assaltos a coletivos.

Os números compõem as estatísticas das próprias empresas de ônibus que atuam no sistema em São Luís e que denunciaram as ações, registrando boletins de ocorrência. Comparando com 2016, quando foram contabilizados 604 assaltos, é possível observar uma queda no quantitativo destes crimes, ou seja, em 2017 foram 24 assaltos a menos que no ano anterior.

Em relação às localidades que os criminosos praticaram mais assaltos durante todo ano passado destaque para: Centro (em diversos pontos); nos Terminais da Praia Grande e da Cohama, na BR 135 (da saída de São Luís até Estiva); nos bairros do Turu e Angelim e na Avenida Jerônimo de Albuquerque (em diversos pontos).

# Assaltos a Ônibus 2017
77 – Janeiro
64 – Fevereiro
84 – Março
47 – Abril
40 – Maio
40 – Junho
28 – Julho
26 – Agosto
54 – Setembro
48 – Outubro
30 – Novembro
42 – Dezembro

580 – TOTAL (12 meses)

# Assaltos a Ônibus 2016

604 – TOTAL (12 meses)

Com informações de Sind. Rodoviários.

Justiça acata pedido do Município e articulados voltam a circular

A Vara de Interesses Difusos e Coletivos, Comarca da Ilha de São Luís, acatou o pedido do Município de São Luís em ação pedindo o retorno dos ônibus articulados às ruas.

As empresas Primor LTDA, o Consórcio Central, o Consórcio Upaon-Açu e o Consórcio Via SL haviam tirado os veículos de circulação desde o dia 12 de janeiro, e foram obrigadas a recolocar em operação neste domingo (28).

Em sua decisão, o juiz Douglas de Melo Martins fixou multa diária de R$ 5 mil por veículo que não estivesse rodando, e destacou o anexo de documentos do Centro de Controle de Operações da Superintendência de Trânsito e Transporte da SMTT relatando a retirada arbitrária dos ônibus, um total de 21 veículos.

“Consta dos documentos anexados ao pedido cópias de memorandos oriundos dos terminais de integração relatando a ausência de circulação dos ônibus articulados desde, pelo menos, o dia 12/01/2018. Consta também comunicação do Centro de Controle de Operações da Superintendência de Trânsito e Transporte da SMTT relatando que os veículos articulados não entraram em operação desde as 6 horas da manhã do dia 12/01/18”, ressaltou Douglas Martins na decisão.

Segundo o juiz, a ausência dos veículos caracteriza descumprimento de contrato de concessão, já que os 21 ônibus articulados são parte da frota regular da cidade.

Desse modo, o magistrado ressaltou que a inobservância da obrigação contratual autoriza o Poder Público Municipal a requerer intervenção judicial. “O art. 66 da Lei nº 8.666/1993 prevê que o contrato deverá ser executado fielmente pelas partes, respondendo cada uma pelas consequências de sua inexecução total ou parcial”, expressa a decisão. O juiz ainda citou a Lei nº 8.987/1995, que dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços públicos.

URGÊNCIA – A Justiça entendeu que o perigo na demora está configurado neste caso – justificando a concessão da tutela de urgência -, pois a ausência de circulação dos ônibus articulados prejudica a qualidade do serviço de transporte coletivo prestado à população de São Luís, implicando em congestionamento nos terminais, superlotação da frota restante, além de configurar interrupção do serviço, que tem natureza essencial.

A determinação chega com uma semana após a Prefeitura honrar sua parte no contrato com as empresas, autorizando o aumento das tarifas de transporte público.

De Redação, com informações de TJMA.

Manifestantes protestam contra aumento das passagens de coletivos

Um grupo de manifestantes fechou a Avenida dos Portugueses na manhã desta segunda-feria (29) em protesto contra o aumento no valor das tarifas de transporte público coletivo na capital.

A via foi liberada por volta das 7h30, com o fim da manifestação.

As tarifas de ônibus foram reajustadas na última segunda-feira (22) pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte, atingindo as linhas urbanas e semi-urbanas de coletivos.

As linhas integradas, que entram nos terminais, passaram de R$ 2,90 para R$ 3,10, as linhas não integradas, que antes tinham valores de R$ 2,20 e R$ 2,50, passaram a ter valor único de R$ 2,70.

O ajuste, segundo a SMTT, estava previsto no contrato firmano entre a Prefeitura de São Luís e as empresas de transporte público.

O último aumento havia sido concedido em 2016.

De Redação.

Ônibus circulam com nova tarifa em São Luís

As tarifas cobradas nas passagens de ônibus foram reajustadas em São Luís, conforme anúncio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – SMTT, feito no sábado (20). Os ônibus já circulam nesta segunda-feira (22) com os novos valores desde a meia-noite.

Os ônibus integrados passam de R$2,90 para R$3,10, e as linhas não integradas, que antes variavam entre R$2,20 e R$2,50, agora tem valor único de R$ 2,70.

Segundo a SMTT, o reajuste atende às regras do contrato concessão de serviço firmado entre a Prefeitura de São Luís e as empresas.

O último reajuste havia sido em 2016.

De Redação.

Tarifas de ônibus sofrem reajuste em São Luís

As tarifas cobradas nas passagens de ônibus foram reajustadas em São Luís, conforme anúncio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte – SMTT. O pleito teria sido feito pelas empresas de transporte público em face do aumento dos preços dos combustíveis em todo o país.

Os ônibus integrados passam de R$2,90 para R$3,10, e as linhas não integradas, que antes variavam entre R$2,20 e R$2,50, agora tem valor único de R$ 2,70.

Os novos valores passarão a valer à partir desta segunda-feira, 22 de janeiro.

Segundo a SMTT, o reajuste atende às regras do contrato concessão de serviço firmado entre a Prefeitura de São Luís e as empresas.

O último reajuste havia sido em 2016.

De Redação

Trânsito em São Luís será alterado para o Réveillon 2018

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), vai realizar alterações no trânsito e nos transportes urbanos da capital, em função das festividades de final de ano. As ações de disciplinamento do trânsito contarão com agentes de trânsito em viaturas e motos que serão destacados para as vias de acesso a orla marítima pela Avenida dos Holandeses, concentrando-se na Avenida Litorânea, onde haverá um trecho interditado no local de concentração do evento comemorativo do Réveillon de Todos 2018, realizado pelo Governo do Maranhão e Prefeitura de São Luís.

Em relação ao trânsito, fica estabelecido a Avenida Litorânea, trecho compreendido entre o retorno próximo ao Bar Pioneiro até a Ponte sobre o Rio Pimenta (cruzamento da Rua das Graças e Rua Vale Rio Pimenta – Parque Atlântico) para a realização do Réveillon de Todos. Em decorrência disso, fica proibido o tráfego de veículos nesse trecho, bem como o acesso de veículos nas transversais para a referida área a partir das 5h do dia 31 de dezembro de 2017 (domingo) até às 5h do dia 02 de janeiro de 2017 (terça-feira).

No Bairro do Olho Dágua, será interditada a Avenida Rio Claro, que dá acesso à praia. O trânsito será desviado pela Avenida Ivar Saldanha. Agentes de Trânsito estarão no local para fazer o disciplinamento do trânsito e evitar bloqueio da via.

Sendo assim, o ingresso na área interditada se restringirá aos carros de serviços do evento, devidamente credenciados, veículos da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes e veículos da Limpeza Urbana, além de viaturas da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e ambulâncias.

SERVIÇO DE TRANSPORTES

Em relação ao serviço de transportes, considerando que serão dois dias de festa na Avenida Litorânea, com expectativa de 100 mil pessoas, serão realizadas ações de apoio à população nos deslocamentos. Com isso, a Prefeitura vai aumentar a oferta de transporte coletivo com objetivo de atender a necessidade de deslocamento dos usuários durante as comemorações dos eventos citados, bem como outras festividades em pontos tradicionais na capital.

A SMTT determinou que, todas as linhas de ônibus do Sistema de Transportes do Município devem operar com frota total, a mesma programada nos horários de pico dos dias úteis, desde as 20h do dia 31 de dezembro até às 12h do dia 01 de janeiro.

Em relação às linhas que atendem às praias da região da Ponta D’Areia, Avenida Litorânea, Olho D’Água e Araçagy, deverão operar com frota superior à programada para os dias úteis, visando atender à necessidade dos usuários que deslocarão para essas áreas na ida e volta. Ainda como parte das ações de apoio nos transportes, deverá ser criado no Terminal da Cohab/Coatrac uma linha especial com destino ao Olho D’Água, sendo operado com 02 ônibus no dia 01 de janeiro de 2017, das 9h às 16h.

No que se refere à frota de apoio nos Terminais de Integração no dia 31 de dezembro, bem como no dia 01 de 2018, deverá ser a mesma prevista para os dias úteis.

Confira o que abre e o que está fechado neste feriado de Natal

O Feriado de Natal em São Luís terá todo o comércio fechado, de rua, shoppings e supermercados. Apenas as praças de alimentação dos centros comerciais e os cinemas funcionarão.

Órgãos públicos estaduais e municipais também não funcional hoje (25). Agências e correspondentes bancários também terão a segunda-feira de folga.

Plantões policiais e atendimentos médicos de emergência funcionam normalmente. Também deverá funcionar normalmente, sem redução da frota, o transporte público na capital.

De Redação.

Salário dos rodoviários é ajustado em 4,08%

Após várias reuniões e anúncios de paralização, a Justiça decidiu pelo reajuste salaria dos trabalhadores do transporte público de passageiros em 4,08%.

A porcentagem é bem abaixo dos 13% pedidos pelos rodoviários, mas ainda acima dos 2,5% oferecidos pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros.

Pela decisão do Tribunal Regional do Trabalho, o salário dos motoristas passa de R$ 1,650,00 para R$ 1717,32, e o salário dos cobradores passa de R$ 957,00 para R$ 996,04.

A direção do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Maranhão (Sttrema), declarou que entende a decisão, mas questiona o reajuste ter saído tão abaixo do pretendido. Os valor do ticket-alimentação permanecem sem qualquer mudança.

O Sttrema explicou ainda que, a partir do próximo mês as empresas terão se somar ao reajuste conseguido agora o de 1,92% que já seria dado no mês de setembro. Assim, os salários passarão para R$ 1750,29 dos motoristas e R$ 1.015,16 dos cobradores.

A classe patronal segue contestando o reajuste, alegando que os custos para a manutenção dos serviços básicos é alto. Segundo o SET, a renovação das frotas, exigidas pela licitação ocorrida no começo do ano, onerou as despesas.

O aumento ou não do preço da tarifa de passagem ainda será discutido entre Prefeitura e sindicatos. As passagem sofreram aumento em março do ano passado em 11,8%.