Cheap Alprazolam Online Buy Alprazolam Pills Brand Xanax Online Xanax From India Online Buy Alprazolam Nz Ordering Xanax Online Legal Safe Xanax Online 2Mg Xanax Bars Online Alprazolam Buy Online Uk Buy Xanax Tablets Online

Buy 3 Mg Xanax

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) antecipou o resultado do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019) para esta quinta-feira (20).

A entrega oficial do resultado vestibular da UEMA, que estava prevista para a primeira quinzena de janeiro, será feita ao reitor Gustavo Costa pela comissão da Assessoria de Concursos e Seletivos (ASCONS), na sala de reunião da Reitoria (Campus Paulo VI), às 15h.

Após esse momento, a lista com o nome dos aprovados será afixada no quadro de avisos da Pró-Reitoria de Graduação (prédio quase em frente à reitoria) e também estará disponível para verificação online nos sites da UEMA e do PAES 2019.

Sobre o PAES 2019

Mais de 57 mil pessoas participaram do vestibular da UEMA, número recorde de inscritos.  Nesta edição, foram ofertadas 4.249 vagas.

Entre os cursos mais concorridos no PAES 2019 estão: Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – (PMMA na categoria feminino /sistema especial de reservas de vagas para candidatos negros)- 386 candidatas por vaga; Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – PMMA (feminino/ no Sistema universal de vagas) – 356.25; Medicina -297.62 candidatos por vaga;  e Direito – 88.22 por vaga.

UemaSul

Excepcionalmente, o PAES 2019 da UEMA abrange a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, em decorrência de ajuste consolidado por meio do Termo Aditivo n.º 1 ao Termo de Cooperação – Protocolo de Transição entre as Instituições de Ensino Superior, e, o qual se regerá de acordo com as instruções que fazem parte integrante do Edital da PAES 2019.  Dentre o total de vagas ofertadas, 645 vagas são para a UEMASUL.

Buy Xanax France

Interessados em participar da seleção para o vestibular EAD-Ensino a Distância, da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) têm até esta sexta-feira, 9, para fazer a inscrição. O processo seletivo oferece mais de três mil vagas, distribuídas em nove cursos. As oportunidades da modalidade à distância são para cursos de licenciatura, bacharelado e tecnólogo. A prova, será aplicada em 33 municípios, incluindo a capital, dia 27 de janeiro, das 13h às 18 horas.

Podem se inscrever candidatos que concluíram integralmente ou estejam cursando o terceiro ano do ensino médio em 2018. O vestibular EAD da UEMA será realizado por dois sistemas de preenchimento de vagas: o universal e o especial de reserva de vagas (nas modalidades estudantes negros, de comunidades indígenas e pessoas com deficiência). Serão oferecidas 3.325 vagas para o primeiro semestre do ano de 2019.

Para este processo, a universidade oferece os cursos de licenciatura em Filosofia, Física, Geografia, Música e Pedagogia; bacharelado em Administração Pública; e tecnólogo em Alimentos, Gestão Comercial e Segurança do Trabalho. Os inscritos podem ter acesso a mais informações sobre o vestibular no link: Order Xanax Cheap Online e acessar a área de inscrição e edital completo do processo vestibular.

A prova será composta de 44 questões objetivas de múltipla escolha, de acordo com a área de conhecimento com base em temas do Ensino Médio, além da produção de texto. Candidatos que conseguiram isenção do pagamento da taxa também devem realizar a inscrição no vestibular EAD. A inscrição tem valor de R$ 50 e deve ser pago até dia 12 deste mês.

As provas serão aplicadas nas cidades de São Luís, Anapurus, Arari, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Cândido Mendes, Carutapera, Caxias, Codó, Coelho Neto, Colinas, Coroatá, Dom Pedro, Fortaleza dos Nogueiras, Humberto de Campos, Itapecuru-Mirim, Lago da Pedra, Nina Rodrigues, Paraibano, Penalva, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês, Santa Quitéria, São Bento, São João dos Patos, Timbiras, Timon, Viana, Vitorino Freire e Zé Doca. A divulgação do resultado final do vestibular está prevista para dia 22 de fevereiro.

Xanax Bars Sale Online

Na tarde deste domingo (21) a Universidade Estadual do Maranhão realizou a primeira etapa do Processo Seletivo de Acesso a Educação Superior (PAES 2019) em mais de 20 cidades do Estado. Um percentual de 18,48% candidatos faltou esta etapa do vestibular, totalizando 10.557 faltosos em todo o estado. 57.114 pessoas estavam inscritas nesta edição do PAES 2019. A UEMA está ofertando 4.249 vagas.

Com número recorde de inscritos em 2019, o vestibular ocorreu dentro da normalidade, conforme informou a coordenadora do PAES, Cristiane Pestana Miranda. “Trabalhamos com um grande universo de inscritos e consideramos que tudo ocorreu dentro da normalidade. Os pequenos imprevistos, que emergem nessa concepção de normalidade, foram solucionados a tempo”, frisou a coordenadora.

A coordenadora do PAES 2019 da UEMA destacou ainda uma novidade que objetiva dar mais transparência e agilidade ao processo do vestibular. Nesta edição, todos os candidatos terão acesso a sua planilha de prova online, por meio do site do PAES (www.paes.uema.br). “Muitos candidatos se equivocam ao passar as questões para o gabarito e acabam achando que houve algum erro no sistema. Agora, eles poderão comparar as respostas que marcaram na prova com o gabarito definitivo, de modo online. Antes era necessário que eles se deslocassem até a UEMA para ter acesso a essa planilha, ou seja, imprimimos mais agilidade e menos burocracia ao processo”, disse Cristiane Miranda.

O gabarito preliminar estará disponível até 48h após o encerramento da prova. Já a planilha de respostas online será disponibilizada após a divulgação do gabarito oficial do PAES 2019. As provas do PAES aconteceram nos campi da UEMA de São Luís, Caxias, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru – Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento e nos campi da UemaSul: Imperatriz e Açailândia.

Segunda Etapa

A relação nominal dos candidatos convocados para a segunda etapa do PAES 2019 tem data prevista para ser divulgada no dia 13 de novembro de 2018. A segunda etapa do vestibular será realizada dia 25 de Novembro, no horário das 13h às 18h. Nessa etapa, a prova será constituída de doze questões analítico-discursivas, abrangendo conteúdos programáticos de dois componentes curriculares que integram o ensino médio, específicos por curso, e prova de produção textual, segundo as diretrizes curriculares nacionais.

UemaSul

A UemaSul disponibilizará 645 vagas. Excepcionalmente, o PAES 2019 da UEMA abrangerá a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, em decorrência de ajuste consolidado por meio do Termo Aditivo n.º 1 ao Termo de Cooperação – Protocolo de Transição entre as Instituições de Ensino Superior, e, o qual se regerá de acordo com as instruções que fazem parte integrante do Edital da PAES 2019.

Can I Buy Xanax From Canada

Neste domingo, 21, a Universidade Estadual do Maranhão realizará a primeira etapa do Processo Seletivo de Acesso a Educação Superior (PAES 2019). As provas terão início às 13h e serão finalizadas às 18h. O candidato deverá comparecer ao local de prova com antecedência mínima de uma hora.

Há 57.114 pessoas inscritas nesta edição do PAES 2019. A Uema oferta 4.249 vagas no vestibular. Nesta primeira etapa do PAES 2019, a prova será constituída de 60 questões objetivas de múltipla escolha, por área de conhecimento, abrangendo os conteúdos programáticos dos componentes curriculares que integram o ensino médio, segundo as diretrizes curriculares nacionais.

É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para a realização das provas. São considerados documentos válidos: cédulas de identidade (RG) expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pela Polícia Federal; identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros; identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenham validade como documento de identidade; Carteira de Trabalho e Previdência Social, emitida após 27 de janeiro de 1997; Passaporte; Carteira Nacional de Habilitação com fotografia, na forma da Lei n.º 9.503, de 23 de setembro de 1997.

O candidato não poderá, sob pena de sua eliminação no PAES 2019, e conforme previsto em edital: portar lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, iPods®, pen drives, wi-drive, mp3 ou similar, gravadores, relógios analógicos, digitais ou watch ou smartwatch (com ou sem sistema operacional), alarmes de qualquer espécie ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens; utilizar óculos escuros e artigos de chapelaria, tais como: boné, chapéu, viseira, gorro, bandana, turbante ou similares; portar e estar de posse de armas de qualquer espécie, exceto aqueles que detenham autorização para o respectivo porte; ausentar-se em definitivo da sala de provas antes de decorridas duas horas do início das provas; entre outros (confira edital completo aqui).

As provas do PAES acontecerão nos campi da Uema de São Luís, Caxias, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru – Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento e nos campi da UemaSul: Imperatriz e Açailândia.
A relação nominal dos candidatos convocados para a segunda etapa do PAES 2019 tem data prevista para ser divulgada no dia 13 de novembro. A segunda etapa do vestibular será realizada dia 25 de Novembro.

Concorrência

Entre os cursos mais concorridos estão: Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – (PMMA na categoria feminino / sistema especial de reservas de vagas para candidatos negros); Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – PMMA (feminino/ no Sistema universal de vagas); Medicina e Direito.

A disputa por vaga no curso de Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – (Polícia Militar na categoria feminino/ sistema especial de reservas de vagas para candidatos negros) será alta. Há 386 candidatas concorrendo a uma vaga.

No curso de Formação de Oficiais – bacharelado em Segurança Pública – PMMA (categoria feminino / Sistema universal de vagas) serão 356.25 mulheres na disputa por vaga. Em seguida vem o curso de Medicina, no Campus Caxias, com 297.62 candidatos por vaga. Em quarto lugar, está o curso de Direito, Campus São Luís, com 88.22 pessoas na disputa por uma vaga.

UemaSul

A UemaSul disponibilizará  645 vagas. Excepcionalmente, o PAES 2019 da Uema abrangerá a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UemaSul, em decorrência de ajuste consolidado por meio do Termo Aditivo n.º 1 ao Termo de Cooperação – Protocolo de Transição entre as Instituições de Ensino Superior, e, o qual se regerá de acordo com as instruções que fazem parte integrante do Edital da PAES 2019.

Online Doctor Xanax Prescription

Por conta da crise no abastecimento de combustíveis, ocasionada pela greve dos caminhoneiros, UFMA, UEMA e as faculdades particulares Pitágoras e Estácio e Cest, todas de São Luís, suspenderam as aulas que seriam realizadas nesta segunda-feira (28). Pitágoras e Estácio

Na UFMA e UEMA as aulas estão suspensas em todos os câmpus. As atividades administrativas continuam funcionando normalmente.

Xanax Bars For Sale Online

Por iniciativa do deputado Rafael Leitoa (PDT), foi realizada, nesta quarta-feira (23), no plenário Deputado Nagib Haickel, sessão solene em comemoração aos dez anos de fundação do Curso de Direito da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). Na ocasião, o professor Flávio Trindade Jerônimo também foi condecorado com a Medalha “Manuel Beckman”. Esta última, foi proposta pelo deputado Roberto Costa (MDB), em reconhecimento ao fundador e primeiro diretor do curso.

“É uma grande satisfação ser o autor desse requerimento em homenagem aos dez anos da Uema. Esse curso, que dá orgulho ao Maranhão, precisa ser expandido para os municípios de Timon, Presidente Dutra, Caxias e cidades da região central do estado, para que a população possa ter acesso à educação pública superior”, disse Rafael Leitoa.

Roberto Costa parabenizou o colega de parlamento Rafael Leitoa pela homenagem. “Vossa Excelência é um felizardo em fazer essa menção. Essas referências à instituição muito nos orgulham, uma vez que os cursos de Direito da Uema em São Luís e Bacabal tornaram-se referências no Brasil.  Sou um admirador desse curso, que tem sido um marco na história do Maranhão”, afirmou Roberto Costa, enfatizando o trabalho realizado pelo professor Flávio Trindade Jerônimo.

“Flávio Trindade é uma pessoa extraordinária. É um obstinado por aquilo que acredita. Por onde passou, destacou-se como gestor, sempre trabalhando com amor e dedicação à educação”, disse Roberto Costa.

O parlamentar também reconheceu o trabalho que o reitor Gustavo Pereira vem desenvolvendo na Uema. “Sei da sua luta pelo engrandecimento da universidade. Continue firme nesse caminho. O que fazemos aqui, nesta sessão solene, é justiça, pois quem ganha com tudo isso é o povo do Maranhão”, elogiou o deputado.

O Curso de Direito da Uema tem um histórico de resultados positivos no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Em 2013, alcançou a nota 4,69. No último exame da OAB, 71,43% dos alunos do curso foram aprovados e a instituição ficou na14ª posição no ranking nacional.

O reitor Gustavo Pereira da Costa agradeceu aos deputados Rafael Leitoa e Roberto Costa por reconhecerem o trabalho realizado pelo Curso de Direito em uma década de atividades. “Agradeço a acolhida nesta homenagem, de modo especial ao Curso de Direito. Caminhamos sempre para o engrandecimento, qualidade e o comprometimento dos nossos professores. O nosso curso orgulha a Uema e o Estado do Maranhão. Alcançou o primeiro lugar no exame da OAB. Muito obrigado pela homenagem”, enfatizou o reitor, reconhecendo o apoio que o secretário Davi Teles tem dado à universidade.

“No que depender do governador Flávio Dino, o Curso de Direito será implantado também em outras cidades do Maranhão, como Timon. É só uma questão de construirmos um projeto educacional juntos. Esse é o desejo do governador Flávio Dino, que tem compromisso com a educação e com o fortalecimento dos cursos superiores”, afirmou o secretário Davi Teles.

Ao final da solenidade, os deputados Rafael Leitoa e Roberto Costa entregaram placas a personalidades que, ao longo dos anos, contribuíram para o engrandecimento do Curso de Direito da Uema.

Os homenageados foram: o reitor Gustavo Pereira Costa; o chefe do Curso de Direito, professor Marcelo Carvalho; a coordenadora do curso, professora Jaqueline Alves; os professores Gilson Mendonça, Francisco José Pinto, Gisele Martins, Lúcia Maria Saraiva, José de Ribamar Bastos e José Maria Ramos.

A placa também foi entregue ao advogado José Espinosa Lima, aluno da primeira turma. E a Medalha “Manuel Beckman” foi entregue ao professor Flávio Trindade pelo deputado Roberto Costa.

Presenças

Os deputados Marco Aurélio (PCdoB), Sousa Neto (PRP), Bira do Pindaré (PSB), Zé Inácio (PT) e Wellington do Curso (PSDB) prestigiaram a solenidade. Estiveram presentes, ainda, o reitor da Uema, Gustavo Pereira da Costa; o chefe do Departamento do Curso de Direito, professor Marcelo de Carvalho; a coordenadora Jaqueline Alves, professores, alunos e ex-alunos.

Entre as autoridades, o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Davi Teles, que representou o governador Flávio Dino; o presidente da Comissão de Educação da OAB-MA, Raimundo Gustavo, representando o presidente da instituição, Tiago Diaz; o promotor de justiça Raimundo Leite e a promotora Cristiane Lago.

Xanax Bars Online Cheap

Como parte do projeto ‘Diálogos em Direito Público’, a Secretaria de Estado de Transparência e Controle (STC), em parceria com a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), realizará quatro dias de encontros acadêmicos para tratar da temática da transparência e do controle social. O evento, que iniciou quinta-feira (10), terá continuidade nos dias 11, 17 e 18 de maio no auditório do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), no campus Paulo VI.

O ouvidor-geral do Estado, Marcos Caminha, e o assessor da Ouvidoria, Alberto Trabulsi, ministrarão o minicurso ‘O Controle Social e a Política de Transparência no Estado do Maranhão’, onde serão trabalhadas noções introdutórias e suporte normativo da temática.

Ao longo do minicurso, serão apresentadas as conquistas mundiais relacionadas à transparência pública, os aspectos democráticos e de diretos humanos, os conceitos de controle interno, externo, social, as normas federais e estaduais, além dos avanços do Maranhão no campo da transparência e do controle.

Na abertura das atividades, realizada nesta quinta-feira (10), o ouvidor-geral do Estado Marcos Caminha apresentou os primeiros traços de pensamentos direcionados à temática no contexto mundial.

Caminha também tratou da percepção atual de transparência no que diz respeito à percepção de confiabilidade nas instituições no Brasil e na América Latina, apresentando pesquisas de bancos de dados. Ele explicou que, apesar do clima de desconfiança generalizado, no âmbito estadual, a transparência pública é um dever administrativo que tem sido cumprido.

“Se vocês entrarem no portal da transparência hoje, vocês terão informações atualizadas das receitas e despesas do estado”, alertou o ouvidor. “Além disso, temos uma lei de acesso à informação plenamente estabelecida e cumprida no Maranhão”, completou.

Por se tratar de uma atividade relacionada ao ensino e à extensão universitária, o professor Marcelo Carvalho, chefe do departamento de Direito, Economia e Contabilidade da UEMA exaltou a importância do debate proposto. “A universidade é o local do argumento contra-majoritário”, pontuou o professor, “e nós vamos ter eficiência no âmbito público não com o direito penal, mas com direito administrativo, com o controle interno e externo”, completou.

Order Xanax Pills Online

A Universidade Estadual do Maranhão divulgou, nesta segunda (7,) o edital referente aos procedimentos e as normas relativas à solicitação de isenção do pagamento referente ao valor da taxa de inscrição para os processos seletivos de acesso aos Cursos de Graduação da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em especial o Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES). Inscrições vão até 1 de Junho.

Para inscrever-se para o processo de solicitação de isenção de taxa para o PAES 2019, clique Online Xanax Prescriptions. As inscrições deverão ser feitas totalmente online pelo Sig Concursos – nova plataforma oferecida pelo SigUema – destinada para Concursos e Seletivos – módulo de alto desempenho, com sistema responsivo e de grande intuitividade e praticidade.

Entre os candidatos que farão jus à isenção do pagamento da taxa de inscrição estão alunos da rede pública de ensino e os declaradamente pobres.

A UEMA divulgará a relação preliminar nominal de requerentes isentos do pagamento referente à taxa de inscrição no dia 28 de junho. Veja edital completo Is Buying Alprazolam Online Illegal.

Sig Concursos online

A nova forma online de inscrição para solicitação de isenção da taxa trará praticidade e desenvoltura desse processo, visto que agora os candidatos não terão que se deslocar aos campi da UEMA para comprovar renda e efetivar sua solicitação.

O Sig Concursos foi desenvolvido Núcleo de Tecnologias da Informação da Universidade– NTI e contou com o apoio da Assessoria de Concursos e Seletivos, Vice-reitoria e Pro-reitoria de Planejamento.

Purchasing Xanax

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) celebra, no mês de maio, os dez anos do curso de Direito com posição de destaque nacional. No último Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), os alunos do curso de Direito tiveram índice de aprovação de 71,43%, ficando em 14º lugar nacional, à frente de instituições de renome como a Universidade de Brasília (UNB), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), e a Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP). No âmbito Norte e Nordeste, a UEMA ocupou o 5º lugar em índice de aprovação.

No Maranhão, a UEMA foi a única a posicionar-se no ranking das 30 melhores instituições do Brasil. Ocupando, dessa forma, primeiro lugar isolado em aprovação da OAB dentre os cursos de Direito no estado.

“Ficamos felizes e gratificados com esse resultado. Esse foi o melhor índice de aprovação dentre as instituições de ensino superior do Maranhão. E esse posicionamento em destaque no estado tem se repetido nos últimos anos. Lembrando que o curso de Direito da UEMA tem apenas 10 anos de existência. Sinto muito orgulho de ser UEMA e compartilho dessa vitória com todos os envolvidos no processo”, frisou o reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa.

O secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, destacou: “Existe uma explicação lógica para este enorme sucesso em tão pouco tempo: trabalho constante, seriedade e inteligência da Administração Superior da UEMA, da Direção do Curso de Direito, dos docentes e dos alunos”.

Por sua vez, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, parabenizou a instituição pelo desempenho do curso de Direito e frisou que o resultado expressivo não surpreendeu, pois a qualidade do ensino ofertado é alta. “Não nos surpreende o resultado tão expressivo alcançado pelo curso de Direito da UEMA, no Exame de Ordem. Afinal, sabemos do nível profissional dos colegas professores que ministram aulas no referido curso, da preocupação da direção da UEMA em ofertar um ensino de qualidade e dos investimentos feitos pelo governo para transformar a educação do Maranhão, em todos os níveis. Então, quero parabenizar a todos os alunos aprovados pelo desempenho, e expressar o meu orgulho em nome do curso de Direito da UEMA entre os melhores do país”, pontuou.

O ranking nacional está disponível pelo link: http://www.uema.br/wp-content/uploads/2018/04/RANKING-NACIONAL-DE-ÍNDICE-DE-APROVAÇÃO-NA-OAB.pdf

Caminhos traçados

Para alcançar esse expressivo resultado, a UEMA trilhou um caminho pautado no ensino, pesquisa, extensão e infraestrutura adequada. De acordo com a diretora do Curso de Direito da UEMA, Jaqueline Demétrio, a instituição, de uma forma geral, desde o reitor, aos diretores de curso, chefes de departamentos, funcionários e principalmente professores, em sua maioria doutores e mestres, têm se empenhado, em um esforço coletivo, na melhoria da qualidade do ensino.

Contudo, segundo ela ressaltou, não bastaria ter a melhor estrutura física e o melhor corpo docente se não houvesse o interesse dos alunos de Direito da instituição. “Podemos colocar no topo da pirâmide o esforço, o interesse, a dedicação e o amor pela instituição que nossos alunos demonstram ter. Esse orgulho é latente. Um ambiente como o qual nós vivemos no curso de Direito, sadio e prazeroso, tem se refletido nos índices de aprovação do Exame da Ordem”, sublinhou.

Desde os primeiros períodos, os professores do curso de Direito da UEMA estimulam, incentivam e cobram que os nossos alunos tenham a vivência da ciência. Eles desenvolvem pesquisas que culminam na elaboração de artigos científicos. Com isso, o curso possui uma elevada produção intelectual. Há ainda importantes grupos de estudos no curso de Direito da UEMA.

Outro fato a se destacar é que os discentes começam a ser aprovados no exame da Ordem de forma prematura, a partir do sétimo período. “Não são somente os alunos que estão já saindo do curso. Muitos fazem o exame antes, para que possam se dedicar à pesquisa que culminará em suas monografias”, ressaltou Jaqueline Demétrio.

A UEMA está em fase de elaboração de um curso de Pós-Graduação em Direitos Humanos, que está sendo elaborado pelo professor da UEMA, pós-doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da Escola de Direito da Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS), Thiago Alisson Cardoso de Jesus, um dos destaques acadêmicos, dentre tantos outros docentes do curso. “Todos os nossos professores são comprometidos com a academia, tanto no âmbito do ensino, pesquisa e extensão quanto na prática”, mencionou a diretora do curso.

Acesso ao mercado de trabalho

O acesso rápido ao mercado de trabalho, o êxito em concursos públicos e o ingresso em importantes escritórios de advocacia também podem ser mensurados como dados relevantes do curso de Direito da UEMA.

Esses índices alcançados nos últimos anos, começam antes do exame da Ordem, como afirmou Jaqueline Demétrio. “Nossos alunos têm se destacado desde o ambiente de estágio, por meio dos processos seletivos que instituições jurídicas do Maranhão promovem. As vagas são ocupadas, em grande parte pelos nossos alunos. Essa é a vivência prática da formação acadêmica dos nossos discentes”, disse.

A gestão superior da UEMA, associada ao capacitado corpo docente do curso de Direito, se empenha para que os índices relevantes apresentados pelos alunos de Direito sejam ainda maiores a cada ano. A instituição investiu em laboratórios de informática para o curso e está em vias de implementação do Núcleo de Práticas Jurídicas, por meio de convênios com o Tribunal Regional do Trabalho, Ministério Público, Defensoria Pública e outros órgãos jurídicos importantes que fortalecem ainda mais o aprendizado do aluno.

A lista dos alunos da UEMA aprovados na segunda etapa do 24º Exame da Ordem (Campus Paulo VI) está disponível pelo link: Cheap Overnight Xanax