Temer recebeu propina da Odebrecht, aponta PF

247

Relatório da Polícia Federal enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) afirma que foram encontrados indícios de que Michel Temer recebeu vantagem indevida da construtora Odebrecht.

O inquérito no qual o relatório foi enviado se refere a um jantar no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, em que se teria acertado o repasse ilícito de R$ 10 milhões ao MDB.

No documento, o delegado Thiago Delabary aponta, ainda, suspeitas de que Temer cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O documento foi divulgado pelo Metropoles. Leia a íntegra.

Deixe uma resposta