Atentado terrorista em Paris deixa um policial morto e mais dois feridos

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque direcionado aos policiais franceses

[Atualizado] Segundo a polícia francesa, um policial foi morto e outros dois estão feridos depois de um tiroteio que “provavelmente” seria um novo ataque terrorista na tarde desta quinta-feira (20, horário de Brasília), noite na Françca. Um dos atiradores foi morto, e não há informações sobre o segundo.

Os disparos foram feitos na avenida Champs-Élysées, uma das mais famosas do mundo, e que agora está bloqueada pela polícia, que já fala na possibilidade de ser um novo atentado terrorista.

A França tem passado por ataques terroristas de grupos extremistas e está em período de eleições presidenciais.

Segundo Ministério do Interior da França, os tiros tinham como alvo os policiais e não há confirmação de civis, locais ou turistas, feridos. Há um mês um policial francês foi morto dentro do museu do Louvre por um terrorista.

Nos últimos dois anos, 230 pessoas foram mortas por ataques terroristas na França e no início da semana, dois homens foram presos como suspeitos de estarem organizando um ataque contra um dos candidatos à presidência do país. O presidente francês, François Hollande, declarou que reunirá o Comitê de Segurança do país na sexta-feira (21)e que acredita que os atiradores tenham ligação com o terrorismo. Hollande também disse estar solidário à famílias das vítimas.

“Meus pensamentos vão para a família do policial que foi morto, e para as daqueles que foram feridos, eles serão homenageadas. O trabalho de segurança é especialmente difícil, eles estão expostos. Está em discussão a segurança da nossa nação, que os policiais possam fazer seu trabalho, dentro do estado de direito, mas que possam proteger as pessoas. O que deve ser lembrado é a solidariedade e o apoio da nação”, declarou o líder francês.

Segundo a agência Reuters, o segundo suspeito do tiroteio está sendo procurado. Ele seria originário da bélgica.

[Atualizado] O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque direcionado aos policiais franceses.

Foto: REUTERS/Christian Hartmann

Deixe uma resposta