Torcedores do Moto Club organizam protesto

Para eles, a FMF não está seguindo o regulamento assinado pelos times e as mudanças prejudicam o Papão do Norte

Após a Federação Maranhense de Futebol decidir por suspender o Campeonato Maranhense da série A de 2017, torcedores do Moto Club agora se organizam pelas redes sociais para protestar, nessa segunda-feira (24) em frente à sede da FMF, em apoio ao processo movido pelo time contra a mudança de regulamento na escolha de como se daria o confronto final do segundo turno.

A segunda ação foi formalizada pela Sociedade Imperatriz de Desportos, o Imperatriz, questionando a partida que decidiu o primeiro turno do Campeonato, entre Imperatriz e Cordino, no estádio Frei Epifanio.

Pela regra original, o primeiro colocado do grupo A e o segundo do grupo B disputam a final (Moto Club e Sampaio Corrêa), sendo o mando de campo do primeiro colocado no grupo A, e em caso de empate, a vitória seria dada ao líder do primeiro grupo. A portaria da FMF muda essas regras, dando do mando de campo e a vantagem do empate para quem tem mais pontos na competição, no caso o líder do grupo B, Sampaio Corrêa.

Para os torcedores, a FMF não está seguindo o regulamento assinado pelos times e dizem se sentir “roubados” pela entidade. Os motenses tomaram as redes sociais nesse fim de semana, sob a #FutebolMaranhenseVendido.

A manifestação está prevista para ocorrer às 15h de segunda-feira (24). Segundo a FMF, a decisão de suspender o campeonato “ficará mantida até que o TJD-MA (Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão) julgue os referidos processos”.

Deixe uma resposta