UemaSul oferece 100 vagas para ‘Cursinho Popular’

Na seleção serão priorizados estudantes em condições de vulnerabilidade social.

A UemaSul em parceria com o movimento estudantil da Universidade realizará projeto do ‘Cursinho Popular’.  Na seleção para as 100 vagas disponibilizadas pelo ‘Cursinho Popular’, serão priorizados estudantes em condições de vulnerabilidade social, advindos de escolas públicas ou bolsistas em escolas particulares.

De acordo com o professor Jailson Macedo, da Divisão de Extensão e Assuntos Comunitários, o projeto é uma iniciativa de educação popular emancipatória, tendo como objetivo principal a formação crítica de jovens e adultos, democratizando o acesso à educação pública, gratuita e de qualidade. “Esta é uma ação extensionista que envolve entidades do movimento estudantil e que foi institucionalizado pela Pró-Reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, através da Coordenadoria de Sustentabilidade e Integração Social e das divisões de Extensão e Assuntos Comunitários e de Serviço Social e Médico”, afirmou Jailson.

Diogo Maia está concluindo o ensino médio, e, desde o início do ano, aguarda a oportunidade de ter um reforço nos estudos para cursar a tão sonhada graduação em Medicina Veterinária. “Fiquei acompanhando de perto a criação da UemaSul e torcendo para que fossem mantidas iniciativas como a que tinha na época da UEMA. Sem dúvida é uma grande ajuda para quem quer fazer o Enem ou o vestibular convencional”, declarou o jovem.

Para realizar a inscrição, os interessados devem comparecer ao DCE do Campus de Imperatriz, munidos das originais e cópias de seus documentos pessoais, de um comprovante de renda, e do formulário de inscrição  e socioeconômico preenchido até o dia 20 de abril. As aulas têm previsão de iniciar no dia 06 de maio e o edital completo está disponível no site http://uemasul.edu.br/download.php

Deixe uma resposta