Viagens de ferry-boat ficarão comprometidas à partir de sábado

Falta de combustível é consequência da greve dos caminhoneiros que entra no quinto dia.

A greve dos caminhoneiros, mesmo suspensa por 15 dias, afetará as viagens de ferry-boat no Maranhão, à partir de sábado (26), por falta de combustível nas embarcações.

De acordo com Luís Carlos Cantanhede, da Internacional Marítima – uma das empresas que atua na operação dos ferros – somente após conseguir ajuda da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), é que foi possível garantir o carregamento de combustível para o meio de transporte. Entretanto, a quantidade fornecida será suficiente apenas para as viagens desta sexta (25) e sábado (26), no máximo.

“Se não conseguirmos mais, não será possível fazer o deslocamento e ficaremos impossibilitados de rodar. Se não tiver abastecimento até amanhã, não teremos como fazer, só conseguimos 15 mil litros e essa quantidade é suficiente apenas para dois dias”, disse Luís Carlos.

Greve continua

Os 14 pontos de paralisação dos caminhoneiros no Maranhão seguem firmes, nesta sexta-feira. Em todo o país a situação se repete: a categoria não se mobilizou em dispersão, ainda que representantes tenham negociado a suspensão com o Governo Federal.

Com informações de Imirante.

Deixe uma resposta