29 presos não retornam: o menor percentual da história do Maranhão

Em 2014, pro exemplo, o percentual foi de 20,3%.

Dos 617 detentos liberados para a saída temporária de dia das mães no Maranhão, apenas 29 não regressaram às unidades prisionais. Este é o menor percentual de faltosos na história do Estado, 4,7%.

Os presos tinham até às 18h de terça-feira (15) para retornar. Os que não o fizeram passam agora a ser considerados foragidos da Justiça e poderão ter regressão no regime quando capturados.

Os números são da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que lembrou, em nota, que no ano de 2014, pro exemplo, o percentual foi de 20,3%. Para a Seap, as mudanças são resultado de melhores condições nos presídios, como as 170 oficinas de trabalho abertas, 111 turmas de ensino funcionando e atendimento médico com duas unidades básicas de saúde.

Deixe uma resposta