ALTERAÇÃO: Feira Livre do Vinhais mudará de local

O novo secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (Semapa), vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), anunciou nesta quarta-feira (10),  que a Feira… [ ]

10 de abril de 2019

O novo secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (Semapa), vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), anunciou nesta quarta-feira (10),  que a Feira Livre, montada todas as quartas no bairro do Vinhais vai ser transferida, possivelmente já a partir desta semana, para o Alto do Calhau e será instalada em frente à loja Potiguar. Trata-se de uma via auxiliar à Avenida Jerônimo de Albuquerque, que, segundo o secretário, acomoda todos os feirantes e não traria grandes prejuízos para o tráfego de veículos nas imediações

A feira era montada numa área de propriedade particular, que foi reivindicada pelo dono, deixando os feirantes sem local para comercialização de seus produtos, já que no local pretendido, na área anexa ao hortomercado da extinta Cobal, não foram bem recebidos, haja vista os comerciantes alegarem que iriam enfrentar uma concorrência desleal, pois os feirantes, por serem, em sua grande maioria, agricultores familiares estão isentos de despesas e junto com eles vão comerciantes de outros produtos: alimentos industrializados, peixeiros, artesãos, vendedores de lanches e bebidas etc.

De acordo com Ivaldo Rodrigues, que está de volta ao cargo após alguns meses na articulação política do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o antecessor, Nonato Chocolate, tentou de todas as formas encontrar uma solução para o problema, mas sempre encontrava resistência de moradores próximos ao local escolhido.

Localização – O secretário diz que o local escolhido para instalar a feira fica a menos de dois quilômetros do local onde ela antes se funcionava, portanto não haverá problemas de deslocamentos. Além disso, acredita que a alternativa agrada, não apenas feirantes e seus tradicionais frequentadores, mas moradores do bairro Cohafuma (que fica do outro lado da avenida), dos condomínios que ficam no entorno e funcionários das empresas instaladas na área, que vão poder, após o expediente, fazer compras com tranquilidade.

Apesar das explicações do secretário, alguns resistem, pois acreditam que vai haver congestionamento em frente a lojas e dificultar passagem para residências, estabelecimentos de ensino e outras instituições que funcionam no local.

Nas proximidades do local escolhido por Ivaldo Rodrigues, ficam os condomínios Brisas Life, Brisas da Ilha, Jardins, dois centros comerciais, duas instituições de ensino (Isan e Upaon-Açu), a sede administrativa da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), lojas como a Potiguar e Americanas e outras empresas. Além do mais, essa pista é muito utilizada por motoristas que se destinam a esses locais e fazem atalho para seguir pela Avenida Luiz Eduardo Magalhães até a Avenida dos Holandeses, no Calhau.

Não bastasse a ocupação do espaço pelos feirantes, a concentração de veículos dos clientes da feira, carros usados para transporte dos produtos etc podem criar estrangulamento no trânsito da área, mas o secretário garante que todas as providências estão sendo tomadas para evitar esses transtornos, numa parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) e Blitz Urbana. Ivaldo diz ainda que, se depender dele, a feira já será montada nesta quarta.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!