Alunos do IFMA poderão fazer estágio em polos agrícolas de São Luís

A Prefeitura de São Luís e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) ampliaram convênio para… [ ]

19 de junho de 2019

A Prefeitura de São Luís e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) ampliaram convênio para abertura de campo de estágio curricular aos alunos do Instituto, nos pólos de produção apoiados pela gestão municipal. A Prefeitura, que já mantém convênio na área beneficiando estudantes do IFMA Maracanã, agora abrangerá, com essa nova parceria, alunos de toda rede do Instituto em São Luís. O termo foi assinado pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior e o reitor em exercício do IFMA, Agenor Almeida Filho, em ato realizado no Palácio Ravardière nesta terça-feira (18).

No ato de assinatura do convênio, que contou também com a presença do vice-prefeito Julio Pinheiro e do secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, entre outras autoridades, o prefeito Edivaldo destacou a parceria como uma iniciativa de duplo benefício para o setor agrícola do município.

“Além de garantir a abertura de novos campos de estágio para estudantes do IFMA, que é uma instituição reconhecidamente conceituada na área tecnológica, teremos como retorno profissionais mais capacitados, a partir do ensinamento prático nos campos locais, e com melhor conhecimento das nossas necessidades no setor agrícola. Com isso, ganham todos: o Instituto, que terá novos campos de estágio para a formação de seus alunos; e o município, que contará com mão de obra mais qualificada para atuação no setor, futuramente”, afirmou Edivaldo.

O convênio entre a Prefeitura de São Luís e o IFMA visa oportunizar aos estudantes do Instituto o aprendizado de competências próprias das atividades profissionais, contribuindo com a formação de mão de obra qualificada para atuação na área agrícola, nas mais diversas cadeias produtivas do setor na capital maranhense.

Por meio do acordo será facilitado o acesso a estágios obrigatórios de alunos de cursos técnicos e tecnológicos de nível superior. Somente no IFMA Maracanã mais de 100 alunos já passaram pelo processo de estágio obrigatório por meio da parceria com a Prefeitura. O IFMA possui cerca de 100 mil alunos, em 29 pontos presenciais no Maranhão. O reitor interino da instituição de ensino, Agenor Almeida Filho, destacou a nova parceria celebrada como a consolidação de uma política educacional voltada à formação profissional de jovens mais capazes à atuação no mercado local.

“É uma grande satisfação para o IFMA celebrar mais esta parceria com a Prefeitura de São Luís, para o aprimoramento de nossos alunos nesses novos campos de estágios ofertados nos polos agrícolas locais. Já é muito profícua a cooperação mútua que mantemos na área e agora ela será ainda mais forte a partir da abertura desses novos espaços para estágio de nossos alunos”, observou Agenor Filho.

Ainda segundo o reitor interino, todo o estágio será monitorado pela Coordenação de Estágio do IFMA Maracanã e pela Pró-Reitoria de Extensão do Instituto. Caberá à Prefeitura fornecer à escola as informações sobre o desempenho de cada estagiário, para que o Instituto possa fazer acompanhamento e avaliação didático-pedagógicos dos alunos. Também designará um supervisor de estágio que terá a responsabilidade de orientar as atividades dos estagiários e avaliar o seu desempenho em campo.

Para o secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Ivaldo Rodrigues, o novo convênio vai oportunizar aos alunos mais espaço para estágio, pesquisa e extensão na área rural. “Com o novo convênio, abriremos agora oportunidades de estágio em todos os polos agrícolas de São Luís, nos mais diversos setores produtivos: agricultura, piscicultura, aquicultura, apicultura, suinocultura, caprinocultura, entre outras áreas, para que os alunos possam utilizar do trabalho realizado nessas cadeias produtivas como campo de conhecimento. Também estamos abrindo para campo de estágio, pesquisa e extensão científica nossas Casas Familiares Rurais, as escolas rurais, a Casa do Mar, visando, dessa forma, contribuir com a consolidação de política de educação tecnológica que beneficie esses alunos e a produção rural do município”, observou Ivaldo Rodrigues.

Conforme Ivaldo Rodrigues, atualmente, a Prefeitura e o IFMA mantém cooperação mútua na área da apicultura e na qualificação dos abatedouros de frango do Instituto, que foram certificados pela Semapa. Por meio da Superintendência de Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal da Semapa, a escola recebeu o registro do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) ao abatedouro de aves do IFMA-Maracanã. O registro SIM é concedido por meio de uma rigorosa avaliação, necessária para atestar a qualidade do alimento, garantindo à população que o produto vá para suas casas tendo qualidade atestada e podendo ser utilizado com a garantia de um trabalho sério e responsável, que beneficia diretamente a qualidade da saúde pública.

Da mesma forma, o convênio celebrado entre os dois entes no setor da apicultura, desde 2017, garantiu que o mel produzido na unidade do Maracanã também recebesse o registro SIM e fosse comercializado em toda a região metropolitana com qualidade atestada pela Defesa e Inspeção Sanitária Animal e Vegetal da Semapa. A produção apícola da Casa do Mel do IFMA tem origem no campus, onde os alunos acompanham desde o processo de extração das colmeias até as fases de armazenamento.

Além disso, a cooperação mútua também atua na articulação dos produtores rurais para participação dos processos de chamada pública de compra local de produtos oriundos da agricultura familiar, feita pelo IFMA. A ação possibilita aos produtores familiares locais mais uma modalidade de escoamento da sua produção. Os alimentos produzidos pela agricultura familiar na zona rural da capital são utilizados na cozinha do IFMA, no Campus Maracanã, para preparo regular de refeições aos alunos e docentes.

Participaram também do ato de assinatura do convênio o pró-reitor de Extensão e Relações Institucionais do IFMA, Fernando Antônio Carvalho; o chefe do Setor de Estágio do IFMA, Campus Maracanã, Stefan Hubertus Dornes; o secretário Executivo do Fundo Especial de Pesquisa Agropecuária, Júnior Lobo; a diretora geral do Campus do IFMA-Maracanã, Lucimeire Castro; a secretária adjunta da Semapa, Tania Soeiro; a superintendente de Produção Agropecuária e Pesca, Daniela Máximo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!