Após 22 anos, final será com clássico Fla x Flu

Da redação (Com informações do G1) Fim de jogo entre Flamengo e Botafogo na semifinal do Campeonato Carioca. O Rubro-negro… [ ]

24 de abril de 2017

Fla e Flu decidiram o título da Taça Guanabara nesta edição, com vitória tricolor nos pênaltis

Da redação

(Com informações do G1)

Fim de jogo entre Flamengo e Botafogo na semifinal do Campeonato Carioca. O Rubro-negro venceu o clássico por 2 a 1 e se classifica para a final na disputa com o Fluminense, que derrotou ontem (22) o Vasco por 3 a 0, após cinco anos. Após 22 anos, os times se enfrentarão novamente numa final do Campeonato Estadual.

Fla e Flu decidiram o título da Taça Guanabara nesta edição, com vitória tricolor nos pênaltis. Os dois times irão disputar a taça do estadual nos dias 30 de abril e 7 de maio. A última vez em que um jogo entre eles decidiu o campeonato foi em 1995, partida do famoso gol de barrida de Renato Gaúcho e taça no armário do time das Laranjeiras. Porém, a fórmula do campeonato da época previa um octogonal na fase final. A última final entre os dois foi em 1991, com vitória do Fla.

Os dois gols do Flamengo em cima do Botafogo na partida de hoje foram do Paolo Guerrero que, ao final da partida comentou a  chance perdida de mais um gol e indo para os pênaltis. “O campo estava muito molhado, a bola veio quicando, fiquei com medo de chutar em falso. Tentei dominar e ele chegou rápido. Agora é trabalhar para encarar as decisões”.

No primeiro tempo, o time de Zé Ricardo  nem parecia que tinha a vantagem do empate, então omou a iniciativa e não correu nenhum risco. Até parecia que o Botafogo passaria de fase com o empate. A equipe de Jair Ventura não conseguiu atacar, só marcou. A melhor chance foi de Guerrero: Everton cruzou, Arão centrou e o centroavante finalizou rasteiro. Gatito precisou defender em dois tempos. O Fla ainda teve gol corretamente anulado, por impedimento de Gabriel.

Já no segundo tempo, a etapa final começou com forte chuva no Maracanã. O Flamengo manteve a postura e abriu o placar aos 4 minutos, com Guerrero. Everton recebeu boa bola de Trauco na esquerda e cruzou forte demais para Gabriel. Victor Luis cortou parcialmente, mas o peruano pegou bonito de primeira para mandar para a rede.

Precisando virar, Jair fez uma troca dupla: Sassá e Guilherme entraram nas vagas de Roger e Dudu Cearense. Não adiantou. O Bota nada produziu e o Flamengo continuou melhor com o segundo, de pênalti, novamente com Guerrero. Fernandes cortou bola com a mão. Sassá, o melhor do Bota, descontou de pênalti, ao ser derrubado por Réver.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!