PREVIDÊNCIA

Aposentados e pensionistas da Prefeitura de São Luís que estão com benefício suspenso podem regularizar situação por meio de solicitação via e-mail

Após solicitação por e-mail, a coordenação do Ipam retornará contato por vídeo chamada para efetivar o recadastramento e desbloquear o… [ ]

30 de abril de 2020

Após solicitação por e-mail, a coordenação do Ipam retornará contato por vídeo chamada para efetivar o recadastramento e desbloquear o benefício; medida foi adotada pela gestão do prefeito Edivaldo em decorrência das ações de prevenção ao novo coronavírus

Os aposentados e pensionistas do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), da Prefeitura de São Luís, que estão com proventos suspensos desde o início do ano pela não realização da prova de vida dentro dos prazos estabelecidos no calendário de 2019 e anos anteriores, devem entrar em contato com a Coordenação de Benefícios Previdenciários (Cobep-Ipam) por meio de endereço eletrônico para regularização cadastral e beneficiária. Após solicitação por e-mail, a coordenação retornará contato por vídeo chamada para efetivar o recadastramento e desbloquear o benefício.

Aqueles que deixaram de fazer o recadastramento e estão sem receber os benefícios enviem e-mail para cobepipamsaoluis@gmail.com informando nome completo e número de telefone (WhatsApp). A presidente do Ipam, Maria José Marinho de Oliveira, ressalta que o órgão tem se esforçado para evitar que beneficiários tenham seus proventos suspensos, mas que isso só é possível quando eles obedecem aos prazos divulgados anualmente em, pelo menos, duas chamadas, como foi em 2019.

“Infelizmente, muitos têm deixado de comparecer à prova de vida mesmo com chamamentos públicos e divulgação do recadastramento em veículos como rádio, dentre outros. É importante frisar que a atualização das informações é imprescindível para conferir e validar os dados dos beneficiários da previdência e, assim, garantir o pagamento de seus direitos previdenciários”, frisou Maria José Marinho de Oliveira.

Por causa da pandemia de Covid-19, provocada pelo novo coronavírus, o Ipam teve de reorganizar seu funcionamento, em obediência ao Decreto Municipal N° 54.890 editado pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior e, priorizando pela saúde de seus aposentados e pensionistas que necessitam de auxílio no órgão, suspendeu os atendimentos presenciais e prova de vida dos inativos em sua sede e passou a realizá-la por vídeo chamada.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!