SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

Área onde seria realizada vaquejada é interditada

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) interditou, neste fim de semana, um parque de eventos agropecuário, em… [ ]

31 de agosto de 2020

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) interditou, neste fim de semana, um parque de eventos agropecuário, em São José de Ribamar, onde seria realizada uma festa de vaquejada.

A ação da AGED teve o apoio da Polícia Militar e os portões do parque foram lacrados, pois tudo já estava preparado para realização da vaquejada. Graças a uma denúncia anônima, a AGED e a polícia agiram de forma preventiva e interditaram o local antes da realização do evento para evitar maiores problemas.

Essa já é a segunda ação da AGED que impede a realização de eventos agropecuários que poderiam causar aglomeração e apresentar riscos sanitários diante do cenário de pandemia. A primeira ação foi realizada no último dia 21 de agosto também por conta de denúncia anônima. A AGED, com apoio do 13º Batalhão de Polícia Militar e a Superintendência de Vigilância Sanitária do Estado do Maranhão (Suvisa), fiscalizou e notificou o proprietário de um parque de shows, no povoado São Braz dos Macacos, em São José de Ribamar.

A Portaria nº 55 de 17 de agosto de 2020 que liberou eventos de pequeno porte, como festas de aniversário, jantares, batizados, bodas, casamentos, confraternizações, eventos científicos e afins, inaugurações, lançamentos de produtos e serviços, todos para até 100 pessoas, não engloba as atividades de cunho esportivo ou competitivo, como a vaquejada, por exemplo. Ainda de acordo com a legislação vigente, esse tipo de evento necessita de autorização da AGED para sua realização, conforme portaria específica que regulamenta os eventos agropecuários no Estado.

Juntamente com parlamentares e membros da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), a AGED já realizou reunião para definir os protocolos sanitários necessários para que haja a liberação dos eventos agropecuários no Maranhão.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!