SEGURANÇA

Atlas da Violência constata queda de homicídios no Maranhão

A nova edição do Atlas da Violência mostra que os homicídios continuam caindo no Maranhão. Desta vez, a queda foi… [ ]

28 de agosto de 2020

A nova edição do Atlas da Violência mostra que os homicídios continuam caindo no Maranhão. Desta vez, a queda foi de 9,5% entre 2017 e 2018.

O Atlas é elaborado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A pesquisa confirma aquilo que outros levantamentos têm mostrado: o Maranhão vive uma queda consistente dos homicídios desde 2015, quando foi colocada em prática uma nova estratégia para a segurança pública no estado.

Entre 2008 e 2014, os assassinatos no Maranhão aumentaram ano a ano, de acordo com o Atlas da Violência, até chegar à taxa de 35,3 homicídios a cada 100 mil habitantes.

De lá para cá, a taxa vem caindo anualmente, chegando a 28,2 por 100 mil habitantes em 2018.

Os números de 2019 não estão prontos ainda e serão divulgados no ano que vem.

A queda entre 2015 e 2018 contrasta com o aumento vertiginoso verificado antes desse período. A taxa tinha aumentado 75%. Só em 2015 começou a cair.

Jovens

O Atlas da Violência também mostra que o Maranhão continua reduzindo a taxa de homicídios de jovens. São pessoas na faixa entre 15 e 29 anos e que representam um grupo vulnerável no Brasil. A queda entre 2017 e 2018 foi de 12,1%.

Mulheres

Ainda de acordo com o estudo do Ipea, o Maranhão também mantém avanços na redução do assassinato de mulheres, com queda de 5% entre 2017 e 2018.

Negros

Outra queda verificada de homicídios é entre negros. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes caiu 10,4% em 2018.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!