ESPORTE

Atletas patrocinados pelo Governo do Maranhão são convocados para as Olimpíadas de Tóquio

Dia histórico para o esporte do Maranhão. Sete atletas participantes do CTMA, projeto patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio… [ ]

2 de julho de 2021

Dia histórico para o esporte do Maranhão. Sete atletas participantes do CTMA, projeto patrocinado pelo Governo do Maranhão, por meio da pela Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), através da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte em parceria com Mateus Supermercados, foram convocados para a seleção de atletismo que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos 2021, que acontecerão em Tóquio, a partir de 23 de julho.

O secretário do Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, explica o impacto do patrocínio no esporte. “O esporte vem sofrendo bastante com a pandemia. O governador Flávio Dino teve a sensibilidade de olhar com muito cuidado para esse segmento. Estamos efetivando ações desde o esporte de base até o rendimento através de diversos projetos e, no caso do CTMA, que desenvolve atividades da formação de base ao atletismo profissional, tivemos sete excelentes notícias hoje. Isso só demonstra que o nosso planejamento foi acertado e que o investimento está permitindo o desenvolvimento do esporte maranhense”.

Conheça os convocados

Os atletas convocados foram Rodrigo Pereira (100m rasos e revezamento 4x100m masculino), Ana Carolina Azevedo (200m e revezamento 4×100 feminino), Alexsandro do Nascimento Melo (salto em distância e salto triplo), Eduardo de Deus (110m com barreiras), Thiago do Rosário (800m e 1.500m), Geisa Muniz (revezamento 4×400 misto) e Bruna Jéssica (revezamento 4x100m feminino).

Alexsandro do Nascimento, conhecido como “Bolt”, é um dos favoritos para a final do salto triplo, e conta como fazer parte do CTMA o ajudou na preparação. “Desde o início da pandemia, nós, atletas, estamos lidando com muita incerteza. Muitos colegas estão enfrentando despensas e sem poder focar só no treino, o desempenho cai. Diante de tudo isso sou muito grato ao CTMA, ao Governo do Maranhão e ao Mateus Supermercados. Já é meu segundo ano no projeto e sem esse suporte seria muito mais difícil alcançar esses objetivos. Estou confiante. Quero levar o Maranhão à final dessas Olimpíadas.” “Bolt” é campeão Sul-Americano (2021) do salto triplo e bronze no salto em distância. O atleta também é bi-campeão brasileiro nas duas provas.

Para Ana Carolina Azevedo, campeã brasileira do revezamento 4x100m feminino e dos 200m rasos, a emoção de ir para as Olimpíadas pela primeira vez é inexplicável. “A ficha ainda não caiu.  O CTMA faz parte dessa convocação. A equipe contribuiu muito para minha evolução!”, vibrou a atleta.

O superintendente de Esportes da Sedel, Fernando Donatan, destaca ainda a importância dessa conquista para o esporte e atletismo maranhense. “O momento vivido hoje é grandioso para o esporte maranhense. Ficamos felizes em poder assistir a convocação de sete atletas, de um projeto que é patrocinado pelo Governo do Maranhão, para os jogos olímpicos. É uma emoção única. O projeto CTMA se torna uma referência nacional e também para outras modalidades dentro do estado, demonstrando para nossos atletas que é possível, sim, chegar ao alto rendimento sem precisar sair do Maranhão”, frisou.

Inspirando novas gerações

Além do alto rendimento, o CTMA atua na formação de base com escolinhas de atletismo em Codó, Timon e São Luís. O projeto atende mais de 150 crianças e adolescentes que iniciam seu contato com o esporte ou que já estão começando a competir nas categorias relativas às suas idades.

O coordenador do projeto, o medalhista olímpico, José Carlos Moreira, o Codó, explica a importância das crianças verem atletas do mesmo clube irem para as Olimpíadas. “Ter nossos atletas nas Olimpíadas é muito inspirador para as crianças do CTMA. É uma prova de que é possível chegar no topo, que são as Olimpíadas. E é pra isso que a gente trabalha, pra levar o esporte do Maranhão ao topo”, comentou o medalhista.

O CTMA foi o segundo clube com a maior quantidade de atletas convocados para a seleção pela Confederação Brasileira de Atletismo, CBAt.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!