Aumenta o número de presos trabalhando no maranhão

Em 2014, eram 600 detentos fazendo algum tipo de trabalho. Ao fim de 2018, eram 2.119. Esse numero, é cerca… [ ]

11 de abril de 2019

Em 2014, eram 600 detentos fazendo algum tipo de trabalho. Ao fim de 2018, eram 2.119. Esse numero, é cerca de 3,5 vezes maior que em 2014. O sistema penitenciário tem 136 oficinas de trabalho, onde os presos aprendem diversos ofícios, entre eles, a produção de blocos de concreto que abastecem o programa “rua digna”, a confecção dos próprios uniformes diminuindo os gastos com os detentos.

O trabalho dos detentos trouxe uma economia de 39% no preço de cada preso, significa economia para os cofres públicos e possibilita a ressocialização e diminuição da pena para os encarcerados.

“No atual Governo do Maranhão, a lei é para todos. Com mão firme contra o crime, mas criando oportunidades de reintegração à sociedade. Esse é o caminho mais longo, porém é aquele que efetivamente melhora a segurança de toda a sociedade”, diz o governador Flávio Dino.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!