Campanha por um trânsito seguro reforça atenção para casos de acidentes

Enquanto você está lendo essa matéria, em algum lugar do Brasil uma pessoa está morrendo no trânsito. Segundo a Organização… [ ]

3 de Maio de 2019

Enquanto você está lendo essa matéria, em algum lugar do Brasil uma pessoa está morrendo no trânsito. Segundo a Organização Mundial de Saúde, pelo menos uma pessoa morre no trânsito a cada 10 minutos. Na Região Metropolitana de São Luís, até o dia 30 de abril, a estatística da Secretaria de Estado de Segurança Pública apontava cinco mortes no trânsito. Três por colisão e dois por atropelamento ocorridos nos bairros Cidade Operária, Geniparana, Cohab, Tirirical e Aurora, com vítimas entre 15 e 50 anos. Os acidentes de trânsito se tornaram algo corriqueiro nas grandes cidades, com aumento populacional e de veículos crescendo quase na mesma proporção.

Em todo o Brasil, o movimento Maio Amarelo prevê a redução de mortes no trânsito. A escolha da cor para o movimento se dá porque o amarelo simboliza atenção e também a sinalização e advertência no trânsito.

Com o tema No Trânsito, o Sentido é a Vida, escolhido pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e aprovado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e subtema Me Ouça, com participação de crianças alertando os condutores da família, para os riscos de ignorar as regras previstas na legislação viária, a campanha será realizada durante todo o mês, com várias ações de conscientização ao longo do período.

A diretora-geral do Detran-MA, Larissa Abdalla, destacou o avanço do movimento e alertou para os índices de acidentes com vítimas fatais no Brasil. Segundo ela, em 2015, a mensagem do Maio Amarelo chegou a três cidades. Em 2016, foram realizadas ações em 84 municípios. Em 2017, as equipes educação para o trânsito levaram para 131 cidades atividades da campanha.

Em 2018, foram 139 cidades maranhenses e mais de 269 mil pessoas alcançadas. “É importante conscientizar a população e mudar essa estatística que vem registrando, a cada 10 minutos, uma morte no trânsito brasileiro. Estamos trabalhando, incansavelmente, com apoio dos nossos parceiros, para que alcancemos os 217 municípios e para que mais vidas sejam salvas”, ressaltou a diretora.

Por todos os dias do mês de maio estão programadas atividades em escolas e empresas públicas e privadas, espaços de grande fluxo de veículos, bares, restaurantes, avenidas da capital e dos municípios maranhenses atendidos pelas 15 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans). Prédios públicos e pontes do Estado serão iluminados com a cor amarela, entre eles, a sede do Detran-MA, na Vila Palmeira e o Palácio dos Leões do Governo do Estado.

As capitais com menos acidentes

Cerca de 1,35 milhão de pessoas morrem a cada ano em decorrência de acidentes no trânsito. A Agenda 2030, da Organização Mundial de Saúde, para o Desenvolvimento Sustentável fixou uma meta ambiciosa quanto à segurança no trânsito, que consiste em reduzir pela metade, até 2020, o número de mortos e feridos por acidentes de trânsito em todo o mundo. Os acidentes de trânsito custam à maioria dos países 3% de seu produto interno bruto (PIB);

Um levantamento realizado pela Seguradora Líder reuniu as capitais do país com o menor número de ocorrências registradas nos últimos dois anos.

São Luís ficou entre as três que menos registraram acidentes, ao lado de Vitória (ES) e Macapá (AP), com 1.122 casos. Juntas elas somaram 5.614 casos. No total, foram mais de 560 mil acidentes em todo o Brasil em 2016 e 2017.

No Maranhão foram 1.348 mortes em 2017. Na capital, São Luís, segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), foram 100 no mesmo período. Em 2010 foram registrados 162 óbitos na capital maranhense, contra 129 em 2016.

Outro levantamento do Ministério da Saúde divulgado no final do ano passado, apontou que em 2010 foram registrados 7.952 óbitos, contra 5.773 em 2016 no Brasil. Segundo relatório da OMS o Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás somente da Índia, China, Estados Unidos e Rússia.

Corrida

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição da Corrida Maio Amarelo, organizada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Maranhão (Detran-MA). O evento esportivo, que faz parte da programação do Movimento, acontecerá no domingo (19), com largada às 07h, da Praça do Pescador, na Avenida Litorânea.

As inscrições podem ser feitas via internet, no site www.eucorromais.com.br, até o dia 15 de maio.

A corrida é aberta ao público e será disputada em três categorias: Comunidade, Colaboradores do Detran-MA e Portadores de Necessidades Especiais (PNE). Poderão participar homens e mulheres, a partir de 16 anos.

O percurso será de 5km e 10km, ao longo da Avenida Litorânea. Para receber os kits da corrida, os participantes devem entregar uma cesta básica.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!