POLÍTICA

Carlos Brandão participa da posse de defensores públicos na inauguração de novo prédio

O governador Carlos Brandão participou na terça-feira (5) da inauguração da nova sede da Defensoria Pública do Maranhão. Na ocasião,… [ ]

6 de abril de 2022

O governador Carlos Brandão participou na terça-feira (5) da inauguração da nova sede da Defensoria Pública do Maranhão. Na ocasião, 20 novos defensores tomaram posse, com o objetivo de reforçar a atuação do órgão no interior do Estado.

“Essa é uma grande conquista para a Defensoria Pública e, em especial, para a população que recebe esse serviço gratuito. Com isso, concentraremos os trabalhos que estavam espalhados pela cidade, facilitando a mobilidade, o atendimento com mais conforto, com mais segurança. Por isso, quero parabenizar o defensor público geral Alberto Bastos, pelo trabalho primoroso que ele fez ao adquirir esse prédio com recursos do estado”, comentou o governador.

Depois de 16 anos instalada na Rua da Estrela, no Centro Histórico de São Luís, a Defensoria atende agora na Avenida Júnior Coimbra, no Renascença II. O atual edifício está passando por uma grande reforma e ampliação. Nesta etapa, foram entregues o térreo e o 3º andar. A mudança está ocorrendo de forma gradual. Alguns atendimentos permanecerão na sede antiga até o final de abril, quando toda a Defensoria estará em definitivo no Renascença.

Alberto Barros, por sua vez, explicou que, além do conforto, a mudança gera uma economia aos cofres públicos. “A Defensoria sai de um prédio de 2 mil metros quadrados para um de 12 mil. Quem ganha com isso é a população ludovicense que terá à sua disposição o serviço num só lugar, isso dará não só uma comodidade aos nossos assistidos, porque evitará que eles sejam encaminhados de um lugar para o outro a depender da demanda, como também terá muita economicidade. Nós iremos extinguir os contratos de locações na capital, manteremos apenas os núcleos da zona rural do Itaqui-Bacanga e o da Cidade Olímpica, o resto ficará todo aqui. Isso vai economizar algo em torno de R$ 90 mil por mês”, disse.

“Nós também nomeando 20 novos defensores públicos que irão para o interior do Estado, uma vez que a Defensoria Pública já está presente em 59 comarcas, em 131 municípios. O nosso propósito é fortalecer cada vez mais o acesso à justiça e à cidadania no interior do estado”, completou Barros.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!