POLÍTICA

CPI do Combustível investiga por que redução anunciada pela Petrobras não baixou preço ao consumidor

A segunda reunião da CPI do Combustível, presidida pelo deputado Duarte Júnior, discutiu, na segunda-feira (22),  a primeira redução no… [ ]

23 de março de 2021

A segunda reunião da CPI do Combustível, presidida pelo deputado Duarte Júnior, discutiu, na segunda-feira (22),  a primeira redução no preço da gasolina, anunciada pela Petrobras, na última sexta (19), que, até o momento, não baixou o valor para o consumidor.

Também foi enviado novo requerimento de informações, desta vez ao Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial (Inmeq), para que contribua com as investigações. Além do Inmeq, Petrobras, Cade, Senacon, Ministério Público, Procon, Defensoria Pública, SSP, Sefaz e Delegacia da Receita Federal, bem como revendedoras e distribuidores de combustível, são os órgãos que já haviam sido procurados pela Comissão.

Pauta para a próxima reunião

Os parlamentares aprovaram, ainda, a realização de um seminário técnico, no dia 29 deste mês, a ser ministrado de forma remota pelo sócio-fundador e diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), Adriano Pires. Ele é doutor em Economia Industrial pela Universidade Paris XIII, mestre em Planejamento Energético e atua há 30 anos na área de energia. Entre as questões a serem discutidas, está a relação do aumento do etanol como consequência do aumento do combustível.

“Tenho certeza de que os esclarecimentos trazidos pelo Adriano vão fazer com que os membros dessa CPI possam ter ainda mais rigidez técnica para que nós possamos, na leitura dos documentos, fazer a apuração da forma devida em colaboração com a séria e preparada assessoria técnica legislativa e impedir tantos aumentos, que têm pesado no bolso do consumidor”, disse Duarte.

Sessões semanais

De forma unânime, foi decidido que as reuniões terão continuidade seguindo os protocolos sanitários, quando presencialmente, ou de forma remota, como aconteceu nesta segunda sessão com a maioria dos membros, excetuando os deputados Duarte e Wellington, que estiveram na Sala de Comissões da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

“Agradeço muito pela sensibilidade dos membros que concordaram em manter as atividades das reuniões mesmo de forma telepresencial nesse momento”, complementou o presidente da CPI.

Participaram da sessão ordinária, agora programada para acontecer todas às segundas-feiras, às 16h, a vice-presidente Ana do Gás, o relator Roberto Costa, além dos membros titulares Rafael Leitoa, Ricardo Rios, Zito Rolim e Wellington do Curso, que já havia participado da primeira sessão como convidado e agora integra oficialmente a comissão.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!