POLÍTICA

Deputado federal do PCdoB desmente fake news publicada no portal Imirante

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) classificou de “sórdido, nojento, revoltante” texto publicado, nesta segunda-feira, 19, pelo portal Imirante.com, do… [ ]

20 de agosto de 2019

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) classificou de “sórdido, nojento, revoltante” texto publicado, nesta segunda-feira, 19, pelo portal Imirante.com, do Sistema Mirante de Comunicação, sob o título “Projeto do PCdoB que permite casamento entre pais e filhos deve ser votado em breve”.

A matéria, cujo subtítulo era “Projeto batizado de ‘Estatuto do Poliamor’ discrimina ‘todas as formas de amor’ e não faz restrição a nenhum tipo de família”, ficou no ar poucas horas, antes de ser apagada ainda na noite de ontem.

Orlando Silva creditou o mau jornalismo à indústria de fake news bolsonarista. “A indústria de fake news do bolsonarismo não tem escrúpulos”, escreveu em sua conta nas redes sociais.

De acordo com o comunista, o projeto de lei apresentado por ele na Câmara dos Deputados não faz qualquer referência a casamento entre pais e filhos.

Ele prometeu acionar a Justiça para reparar os danos causados pela fake news. “Mentem desbragadamente para descaracterizar um projeto que nada fala sobre casamento entre pais e filhos, apenas cita que a base da família deve ser o amor. Serão processados, canalhas!”.

 

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!