Dia da Consciência Negra será feriado pela primeira vez no Maranhão

Pela primeira vez o Maranhão aproximadamente 80% da população é negra, e a partir de 2018 o Dia da Consciência… [ ]

16 de novembro de 2018

Pela primeira vez o Maranhão aproximadamente 80% da população é negra, e a partir de 2018 o Dia da Consciência Negra passa a ser feriado em todo estado.

O Dia da Consciência Negra é comemorado na data de 20 de novembro por ser o dia da morte de Zumbi dos Palmares e foi instituído oficialmente pela lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011. Zumbi foi morto no ano de 1695 e até hoje é lembrado como líder da resistência contra a escravidão no Brasil, que só foi abolida no dia 13 de maio de 1888.

O Palmares no nome de Zumbitem referência ao local onde formou seu quilombo, que era auto-sustentável e servia de local de fuga para muitos escravos negros que escapavam das fazendas, prisões e senzalas. O quilombo chegou a alcançar quase o tamanho de Portugal, ficava no interior da antiga Bahia, hoje estado do Alagoas e a ter mais de 30 mil habitantes.

Com a redemocratização do Brasil e a promulgação da Constituição de 1988, vários segmentos da sociedade, inclusive os movimentos sociais, como o Movimento Negro, obtiveram maior espaço no âmbito das discussões e decisões políticas. A lei de preconceito de raça ou cor (nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989) e leis como a de cotas raciais, no âmbito da educação superior, e, especificamente na área da educação básica, a lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que instituiu a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura Afro-brasileira, são exemplos de legislações que prevêem certa reparação aos danos sofridos pela população negra na história do Brasil.

Essa data foi criada para homenagear os afrodescendentes e conscientizar quanto ao racismo e o preconceito. Até hoje os negros sofrem preconceito racial, mesmo depois da abolição da escravatura e da criação de leis contra o racismo.

E ainda com a criação de leis de proteção contra o preconceito racial, visando dar mais humanismo e oportunidades aos afro-descendentes incorporados à nossa sociedade por meio da escravidão, ainda tem muito a ser feito. O racismo, assim como outros males, está impregnado nessa nossa Cultura.

Essa data foi escolhida para lembrar que os próprios negros lutaram pela sua liberdade e sempre resistiram contra a situação que viviam na época. Pois em todo período colonial e imperial os negros jamais aceitaram a condição de escravos e sempre lutaram a favor da abolição, conseguida em 13 de maio de 1888 com a assinatura da Lei Áurea, assinada pela princesa Isabel

0 Comentários

Deixe o seu comentário!