CORONAVÍRUS

Drive-thru para teste Covid-19 amplia atendimento para pessoas com deficiência

“Eu fiquei muito satisfeita com essa iniciativa. É muito mais cômodo poder fazer o exame desta forma, dentro do carro…. [ ]

22 de setembro de 2020

“Eu fiquei muito satisfeita com essa iniciativa. É muito mais cômodo poder fazer o exame desta forma, dentro do carro. Mais rápido também. Principalmente para quem tem deficiência. Minha filha teve garganta inflamada e febre alta. Por isso resolvi trazê-la para fazer o teste”. A boa impressão é de dona Maria Cecília Rodrigues de Almeida, de 78 anos. Ela levou a filha Renata Rodrigues de Almeida para fazer o teste rápido de detecção da Covid-19, serviço ofertado pelo Governo do Estado.

Renata, de 40 anos, tem deficiência física e mental, e foi uma das beneficiadas com a ampliação do público-alvo do drive-thru. Desde segunda-feira (21), data em que se celebra o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, o serviço passou a ser oferecido também para esse público.

“O público mais frequente tem sido de idosos. Mas gestantes também podem procurar o sistema de drive-thru e agora as pessoas com deficiência. É um público também especial e que inspira cuidados”, explicou a diretora do Centro de Testagem da Beira-mar e responsável pelo drive-thru, Lícia Dourado Trinta.

O drive-thru está instalado no estacionamento do Multicenter Negócios e Eventos, do Sebrae, no Alto do Calhau. São cinco tendas, com toda a estrutura necessária para fazer a testagem.

Enfermeiros e técnicos de enfermagem compõem a equipe. Para fazer o teste, a pessoa precisa apresentar o documento de identificação, cartão de gestante, exames que comprovem a gestação ou o laudo de deficiência.

O sistema de drive-thru para teste rápido e detecção de casos de Covid-19 já atendeu mais de 5 mil pessoas. A testagem está disponível para idosos a partir de 60 anos, gestantes e pessoas com deficiência.

Ele vai funcionar até o dia 30 de setembro, das 8h às 16h. A entrada é pela Avenida Luís Eduardo Magalhães.

Lá, o cidadão entra em uma fila, faz o teste, responde o questionário sobre dados pessoas e sintomas e, tão logo fique pronto o resultado, é liberado ou encaminhado para outro serviço de saúde, caso necessário.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!