POLÍTICA

Em Conferência Estadual, Márcio Jerry é reeleito presidente do PCdoB

A 16ª edição da Conferência Estadual do PCdoB Maranhão terminou, na tarde deste sábado (23), em São Luís, com a… [ ]

24 de novembro de 2019

A 16ª edição da Conferência Estadual do PCdoB Maranhão terminou, na tarde deste sábado (23), em São Luís, com a recondução do deputado federal Márcio Jerry ao posto de presidente estadual do Partido. Eleito e aclamado pela totalidade do Comitê estadual, a Plenária que definiu o nome de Jerry contou com votos de cerca de 300 delegados municipais, oriundos de todas as regiões do Estado.

Líder das ações da sigla nos próximos dois anos, o parlamentar agradeceu a confiança dos membros do colegiado. “Com muita honra e com responsabilidade cada vez maior, assumo a tarefa de continuar comandando o partido no Maranhão. Agradeço a confiança da militância partidária em todo nosso estado. Continuarei me dedicando ao máximo para manter o PCdoB na rota do crescimento, da ampliação de espaço e da construção de alternativas não apenas para o Maranhão, mas também para o Brasil”, afirmou.

A 16ª da Conferência foi sucesso de público, sendo a maior já realizada no Maranhão . Reunindo quase 600 pessoas, a abertura, durante a noite da última sexta-feira (22), foi marcada pelas participações da presidenta nacional da sigla e atual vice-governadora de Pernambuco, Luciana Santos, e do governador Flávio Dino. Membros do grupo político conhecido como “Partido do Maranhão” também marcaram presença. Entre eles, estavam os deputados federais Gastão Vieira (Pros), Josimar Maranhãozinho (PL), Cléber Verde (Republicanos), Bira do Pindaré (PSB) e o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro.

O evento de abertura ainda contou com a participação do presidente estadual do PT, Augusto Lobato, dos deputados estaduais Neto Evangelista (DEM), Helena Duailibe (SD), da vereadora Concinta Pinto (Patriotas), além do prefeito de Igarapé Grande, Erlânio Xavier (PDT) e de representantes de movimentos sindicais e sociais organizados, como a União da Juventude Socialista (UJS) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

O encontro aconteceu no Auditório Fernando Falcão, na Assembleia Legislativa do Estado.

Abertura
Na sexta-feira, Luciana Santos destacou a diferença entre o desastre neoliberal do governo de Jair Bolsonaro e a eficiência do socialismo, que desde 2015 melhora os índices e a qualidade de vida do povo do Maranhão. “Flávio Dino, aquele capitão que está na presidência te chamou de pior da Paraíba. Parabéns! Vindo dele é o melhor elogio do mundo. Aqui no Maranhão vocês fazem a diferença, vocês são o contraponto dessa onda antipovo e antinacional que se chama bolsonarismo. Nós temos que ver o que está acontecendo na América Latina, nos inspirar no movimento que Cristina fez na Argentina, para vencer em 2020, porque em 2022 o PCdoB terá um candidato à presidência do Brasil”, afirmou.

Já Flávio Dino destacou as particularidades do Partido. “Nós somos um partido que valoriza a lealdade e valorizamos tanto que a ação judicial que soltou o presidente Lula foi proposta pelo PCdoB. E, eu lembro isso porque preciso ter coragem para enfrentar aquilo que se apresenta como dominante. Precisamos ter coração e coragem para continuar a marcha da esperança com o sorriso nos lábios, nos orgulhando das nossas conquistas, dos elogios que recebemos pelo que estamos fazendo no Maranhão. Estou muito feliz, tranquilo e determinado porque, o que nós estamos fazendo no Maranhão, conseguimos fazer em todo o Brasil. Viva o PCdoB”, completou o governador.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!