SAÚDE

Entrega de medicamentos a usuários da Feme será mantida durante lockdown

O Governo do Maranhão irá manter os serviços da Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (FEME) durante o período de lockdown…. [ ]

5 de maio de 2020

O Governo do Maranhão irá manter os serviços da Farmácia Estadual de Medicamentos Especializados (FEME) durante o período de lockdown. O atendimento funcionará de segunda a sexta-feira, sempre das 8h às 18h, sem pausa para o almoço, garantindo assistência farmacológica aos pacientes durante a pandemia do novo coronavírus.

“Para ter acesso aos medicamentos, o usuário deverá ter em mãos a sua carteirinha de cadastro, bem como um documento de identificação. Caso o paciente seja do interior do estado, e que precise vir à capital, a carteirinha irá validar o seu deslocamento. Outra alternativa é solicitar o acesso aos remédios junto à secretaria de saúde municipal como forma de resguardar segurança e o bem-estar do usuário”, explica o diretor da FEME, Pedro Satiro.

A FEME atende todos os 217 municípios do Maranhão. O serviço possui 40 mil pacientes cadastrados, destes, 30 mil estão ativos. Diariamente, são atendidos entre 900 a mil pacientes e, para conter a transmissão e diminuir o risco de contágio pela Covid-19, foram montadas estratégias como o aumento da validade das receitas de três para seis meses, assim como a liberação de uma quantidade maior de medicamentos.

Para Priscila Barbosa, de 39 anos, o funcionamento durante o lockdown será bom para todos. “Eu moro em São Luís e preciso buscar medicamentos para a minha filha. A manutenção dos serviços da FEME durante o bloqueio com certeza ajudará muitos, principalmente as pessoas de outras cidades e que precisam vir à capital buscar seus remédios”, declarou.

Além da dispensação de medicamentos, a área administrativa da farmácia do estado continuará funcionando normalmente, com setor de cadastro dando suporte àqueles que necessitarem contar com o suporte do serviço. Para dar apoio à organização de filas e evitar aglomerações, a FEME conta com o apoio dos Bombeiros Civis do Maranhão. Mais de 170 já se voluntariaram, atuando também nas UPAs do Vinhais, Araçagi, Itaqui-Bacanga e Cidade Operária.

Segundo o coordenador da ação e bombeiro civil, Manoel Arias, somente na farmácia do estado 11 profissionais prestam apoio. “Colocamos os nossos profissionais à disposição para que, de alguma forma, possamos contribuir com as autoridades no combate ao novo coronavírus. Nós dividimos o grupo em dois, no intuito de dar suporte nos turnos da manhã e da tarde”, destacou Manoel.

O decisão judicial de lockdown foi determinada pela Vara de Interesses Difusos e Coletivos da Comarca da Ilha de São Luís na última sexta-feira (1º). O decreto entra em vigor nesta terça-feira (5) e terá duração de 10 dias.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!