RESSOCIALIZAÇÃO

Estado implanta novos galpões para uso da mão de obra de custodiados do sistema penitenciário

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), está implantando novos galpões multiuso nas unidades prisionais… [ ]

24 de agosto de 2020

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), está implantando novos galpões multiuso nas unidades prisionais do Estado para que custodiados desenvolvam atividades de trabalho.

Ao todo, já existem 14 galpões nas unidades prisionais de ressocialização. Entre eles, 10 são multiusos e 4 médios. Além destes, mais 19 galpões nos dois modelos estão em fase de execução.

Os espaços contam com oficinas de trabalho profissionalizantes como lavanderia, fábrica de estofados, malharia, produção de chinelos, confecção de vassouras ecológicas e artesanato regional. Os novos galpões foram projetados com laboratórios para cursos e ambiente para ensino de Educação a Distância (EaD).

A SEAP atualmente conta com 2.663 mil internos inseridos em atividades de trabalho interno e externo. “O objetivo é realizar o aproveitamento da mão de obra carcerária, de forma que seja oportunizado aos internos qualificação profissional, um dos pilares da ressocialização, além das outras atividades de trabalho e oficinas que realizamos em todo o sistema prisional”, disse o secretário Murilo Andrade.

O sistema prisional do Maranhão também é avaliado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) como o segundo no ranking nacional no número de internos envolvidos em frentes de trabalho, com o quantitativo de 35,46% de adesão. De 2017 a 2019, o Maranhão ocupou o primeiro lugar.

O Complexo Penitenciário de São Luís possui 4 galpões. No local, já funciona lavanderia e fábrica de estofados com 24 internos, que trabalham na lavagem de roupas hospitalares e na confecção de sofás. Está em fase de instalação a produção de carteiras escolares para rede estadual de ensino, e de uma serralheria para execução de serviços em estruturas metálicas.

O galpão multiuso da UPR de Rosário passa por reforma, mas será reativada mais uma malharia com serviços de serigrafia, onde irão trabalhar 30 internos, divididos em 2 turnos, para a produção de uniformes.

Os 10 galpões multiuso já existentes estão distribuídos em todo o Maranhão. As UPs beneficiadas com estes galpões são: UPRSL 6, UPR de Rosário, UPR de Itapecuru-Mirim, UPR de Chapadinha, UPR de Caxias, UPR de Bacabal, UPR de Açailândia, UPR de Viana, UPR Davinópolis e a Penitenciária Regional de Pedreiras.

O primeiro galpão multiuso, instalado no Sistema Penitenciário do Maranhão, pelo governador Flávio Dino, foi na Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 6 (UPSL 6), em novembro de 2017. Os galpões multiuso também oferecerem ações voltadas à educação através do programa ‘Rumo Certo’, com realização cursos profissionalizantes de Educação a Distância (Ead), e na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!