EDUCAÇÃO

Estudantes Rede de Ensino Integral do Maranhão recebem chips com pacote de dados

O Governo do Estado, iniciou, nesta semana, a entrega de mais de 34 mil chips para as escolas em tempo… [ ]

6 de março de 2021

O Governo do Estado, iniciou, nesta semana, a entrega de mais de 34 mil chips para as escolas em tempo integral da Rede Pública Estadual do Maranhão. Do total, 8.528 são destinados a unidades do Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e 25.762 são para estudantes dos Centros Educa Mais e da Educação de Jovens e Adultos Integrada à Educação Profissional (Ejatec).

Todas as escolas da Grande São Luís já receberam os chips, e até o fim da próxima semana chegarão ao interior do estado. Com pacote de dados de 20 gigas mensais, os chips deverão possibilitar aos estudantes acesso às aulas remotas disponibilizadas pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), durante todo o ano letivo de 2021.

De acordo com o Secretário Adjunto de Educação Profissional e Integral da Seduc, André Bello, a medida visa garantir o direito básico à aprendizagem, para que nenhum aluno fique sem estudar neste ano.

“Todo o esforço do Governo Flávio Dino é para não deixar nenhum aluno para trás, sem estudar. As aulas estão remotas e por isso a Seduc fez a aquisição de 200 mil chips para distribuição a todos os alunos da rede estadual de educação, incluindo as escolas parciais, as unidades do IEMA e também os Centros Educa Mais”, disse André Bello.

“Nosso objetivo é permitir que todos os alunos tenham seu direito de estudar assegurado, e nós vamos terminar ainda nessa semana a distribuição. Depois disso, fazer o acompanhamento dos chips, dos alunos, para que todos realmente possam estudar em casa”, completou Bello.

As entregas dos chips para os alunos estão sendo realizadas nas escolas da capital e em alguns municípios do estado. A escola, por sua vez, monta um cronograma e agendamento de entrega ao estudante, seguindo todos os protocolos de biossegurança.

Para o Reitor do IEMA, Alex Oliveira de Souza, o acesso à internet é de suma importância para que os alunos possam manter a rotina de estudos. “A entrega dos chips possibilitará aos alunos o acesso à internet, assegura esse acesso, independente das condições que eles já tenham em suas casas. O Governo do Estado está possibilitando acesso a todos os alunos”, ressaltou.

“Faremos as entregas a todos os alunos matriculados nas unidades do IEMA, de forma que esse acesso a internet será resolvido. Também será entregue todo o material impresso de forma que os alunos possam receber em casa todas as aulas impressas”, acrescentou Alex Oliveira.

A supervisora dos Centro Educa Mais, Raquel Melo, enfatiza que essa ação vai servir como apoio aos estudantes nesse período da pandemia. “É mais uma ação de fortalecimento e de apoio a uma educação digna para o povo maranhense, o governo está realizando a distribuição de chips para que os estudantes possam acessar as plataformas e iniciativas de aulas remotas na rede estadual. É mais uma ação desenvolvida para fortalecer a formação dos nossos jovens protagonistas”, finalizou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!