Expoema começa no próximo dia 14

No período de 14 a 17 de outubro, produtores de todo o estado e de regiões vizinhas poderão contar com… [ ]

3 de outubro de 2017

No período de 14 a 17 de outubro, produtores de todo o estado e de regiões vizinhas poderão contar com o apoio técnico e oportunidades de negócios na 60ª edição da Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema), no Parque Independência, em São Luís. A feira conta com o apoio do Governo do Maranhão, que além de infraestrutura e espaço, levará assistência aos participantes.

“O Governo do Estado está dando grande apoio para a retomada da Expoema. Oferecemos toda a infraestrutura, promoção, de modo que o parque hoje está preparado, recebendo tanto as empresas que lá irão se instalar, como os órgãos que levarão prestação de serviços”, diz o secretário de Estado de Agricultura, Pesca e Pecuária (Sagrima), Márcio Honaiser.

Além da Sagrima, o Governo do Maranhão também apoia o evento por meio da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), todos voltados para o incremento tecnológico da produção maranhense.

“A grande diferença dessa Expoema é que objetivamos fortalecer a difusão tecnológica, levar conhecimento, palestras e muitos minicursos”, afirma Honaiser.

Serviços
As oportunidades de capacitação e melhoria da produção serão oferecidas em diversas áreas da agricultura, pesca e pecuária. Veja alguns dos serviços na Expoema:

– Demonstrações e oficinas práticas em tanques de piscicultura e sistema agroecológico de produção (biofertilizante, minhocário, composto orgânico e horta);

– Atendimento de dispensa de licenciamento ambiental para pequenas propriedades;

– Pré-cadastro no Programa Mais Sementes;

– Palestras e cursos nas cadeias de leite, hortifruticultura, carne e couro, suinocultura e aquicultura, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED), com entrega de certificado;

– Oficina de produção do biofertilizante Verdão, que já teve mais de 70 mil litros distribuídos nos Agropolos;

– Educação Sanitária com AGED sobre o descarte adequado de defensivos agrícolas;

– Pavilhão do produtor: espaço dedicado à comercialização de produtos dos agricultores assistidos no Agropolo da Ilha, programa da Sagrima que atende a mais de 250 propriedades na Ilha de São Luís;

– Apresentação do Sistema de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), referência internacional para assistência a propriedades.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!