POLÍTICA

Flávio Dino aponta nazismo em discurso de Bolsonaro: “Bons sobrevivem e maus morrem”

Fórum Governador diz que fala do presidente sobre ter sido atleta e, por isso, não sofre com coronavírus reproduz visão… [ ]

25 de março de 2020

Fórum

Governador diz que fala do presidente sobre ter sido atleta e, por isso, não sofre com coronavírus reproduz visão eugenista de que “somente os fracos morrerão”

Em entrevista ao Fórum Onze e Meia desta quarta-feira (25), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), disse que o discurso do presidente Jair Bolsonaro minimizando a pandemia do coronavírus possui visões nazistas e eugenistas. Governador destaca trecho em que o ex-capitão reforça uma visão de que, na pandemia, apenas os “bons” sobrevivem.

“Nazismo é entendido como a síntese de alguns valores, como o extremismo, a violência, o belicismo, com a minimização da dignidade da vida humana. E isso está, infelizmente, presente nas visões quase que eugenistas [do presidente], segundo as quais os bons sobreviverão e os maus morrerão”, comenta Dino.

“Basta ouvir as palavras escandalosas do presidente da República, se autoproclamando um atleta, dizendo que teve, tem, ou terá – sabe-se se lá, porque ele não mostrou o exame – uma ‘gripezinha’ e que somente os fracos morrerão. Isto é nazismo”, continuou.

Dino disse ainda que discurso do presidente foi repleto de declarações “confusas” que confrontam o preceito da Constituição de que “toda vida é sagrada”. No discurso desta terça, Bolsonaro voltou a atacar os meios de comunicação e governadores, além de repetir que há uma “histeria” em torno do coronavírus e defendeu o fim do isolamento social.

Confira:

0 Comentários

Deixe o seu comentário!