Flávio Dino entrega pacote de ações e serviços à população de Aldeias Altas

A população de Aldeias Altas, na região Leste maranhense, será contemplada com pacotes de ações do Governo do Estado nas… [ ]

21 de agosto de 2017

A população de Aldeias Altas, na região Leste maranhense, será contemplada com pacotes de ações do Governo do Estado nas áreas de educação, agricultura familiar e infraestrutura. Na oportunidade, o governador participa da aula inaugural da jornada de alfabetização ‘Sim, Eu Posso!’ – Círculo de Cultura, abrindo a agenda na cidade e oficialmente a segunda etapa da ação. A solenidade será nesta segunda-feira, 21, a partir das 10h.

O secretário de Estado de Educação (Seduc), Felipe Camarão pontuou que muitos maranhenses ainda não possuem qualquer nível de alfabetização, pois nunca frequentaram a escola. “São pessoas à margem da sociedade, com várias oportunidades negadas. O programa veio para transformar a vida dessas pessoas, para que possamos erradicar do nosso Estado o analfabetismo”, explicou o gestor.

A proposta do ‘Sim, Eu Posso’ vem se consolidando como importante ferramenta de alfabetização de milhares de jovens, adultos e idosos, enfatiza o secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedhipop), Francisco Gonçalves: “A meta é criar em alguns desses municípios, pela primeira vez em nosso estado, uma zona livre de analfabetismo”. Um total de 3.801 alunos estão matriculados e 199 turmas para esta fase, no município. Na ocasião, será lançada ainda a canção tema do programa.

Nesta segunda fase, o projeto alcança os municípios e povoados de Jenipapo dos Vieiras, Itaipava do Grajaú, Aldeias Altas, Água Doce do Maranhão, Governador Newton Bello, Santana do Maranhão, São João do Carú, São Raimundo do Doca Bezerra, Lagoa Grande do Maranhão, São Roberto, Afonso Cunha, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão e Belágua e povoados.

O ‘Sim, eu posso!’ é um método inovador de ensino criado pelo Instituto Pedagógico Latino-Americano e Caribenho de Cuba (Iplac) e aliado aos círculos de cultura da pedagogia de Paulo Freire. A alfabetização é realizada no tempo recorde de oito meses e, além das aulas regulares, se soma ao repasse de conhecimento sobre cultura geral e aspectos que vão auxiliar os estudantes posteriormente. Os participantes aprendem, por exemplo, questões relativas ao cotidiano, proteção do meio ambiente, a história e identidade regional e nacional.

O projeto integra a mobilização pela alfabetização dentro do Plano de Ações ‘Mais IDH’, instituído pelo governador Flávio Dino, com o objetivo de reduzir os índices de analfabetismo no estado. Este ano, a meta é levar alfabetização para aproximadamente 20 mil maranhenses em 15 municípios.

Seletivo

Em junho foram selecionados os alfabetizadores e coordenadores das turmas desta etapa, que inclui 15 municípios maranhenses. Ao todo, foram disponibilizadas 587 vagas imediatas para alfabetizador e 87 para coordenador de turma, além de 848 vagas de cadastro de reserva para as duas funções.

A 1ª etapa do programa, que tem a coordenação das secretarias estaduais da Educação (Seduc) e de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), e execução do Movimento Sem Terra (MST), foi realizada ano passado, em oito municípios maranhenses. Foram contemplados oito municípios com baixo Índice IDH no Maranhão. Ao todo, sete mil pessoas foram alfabetizadas.

Mais ações

Dando prosseguimento à agenda em Aldeias Altas, o governador Flávio Dino assina ordem de serviço para construção de 20 cisternas escolares. O projeto oferece equipamentos em quantidade suficiente para consumo das escolas rurais e garante a regularidade no abastecimento de água. A ação prioriza unidades da zona rural com problemas de falta de água ou que sofram com a seca. Com o projeto, o Governo ampara milhares de alunos com água de boa qualidade e garante segurança alimentar.

Em seguida, a distribuição de kits de irrigação de um hectare, que têm como objetivo modernizar as técnicas de plantio e aumentar a produção. O kit contém pá, carro de mão, capacete e demais equipamentos. Equipes da Força Estadual da Saúde (Fesma) distribuem kits de higiene bucal, durante ação de saúde preventiva no município.

Encerrando a agenda na cidade, governador e comitiva de secretários realizam visita às obras da estrada vicinal que interliga os povoados Buritirana e Patis. São 35 quilômetros de via que recebe terraplanagem e pavimentação para melhorar a mobilidade urbana no trecho possibilitando mais condições de tráfego para pedestres e motoristas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!