SÃO LUÍS

Gestão do prefeito Edivaldo fortalece estratégias de combate ao Aedes aegypti com semana de mobilização

Serão reforçadas visitas domiciliares de agentes de endemias e do carro fumacê, além de colocação de cartazes nos bairros que… [ ]

2 de dezembro de 2019

Serão reforçadas visitas domiciliares de agentes de endemias e do carro fumacê, além de colocação de cartazes nos bairros que compõem os sete distritos da capital maranhense

Uma série de atividades para alertar os cidadãos sobre a importância de combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti serão realizadas pela Prefeitura de São Luís entre os dias 2 e 13 de dezembro quando ocorre a Semana de Mobilização de Combate ao Aedes. Serão realizadas ações nos sete distritos da capital maranhense – Vila Esperança, Centro, Tirirical, Coroadinho, Itaqui-Bacanga, Bequimão e Cohab – com reforço das visitas dos agentes de endemias às residências e a estabelecimentos comerciais em busca de focos de água parada e larvas do mosquito. Além disto, haverá o reforço dos carros fumacê e fixação de cartazes com dicas de proteção ao transmissor. As estratégias integram a política de saúde preventiva da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

O Dia D da ação será na sexta-feira (06) com uma grande mobilização na Praça Nossa Senhora da Conceição, no Monte Castelo. As ações da Semana de Mobilização de Combate ao Aedes foram definidas em uma reunião entre representantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Articulação Metropolitana (Saden), com o objetivo foi reforçar as estratégias de controle do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Para o secretário municipal de Saúde Lula Fylho, é preciso manter o controle das ações contra o Aedes. “Especialmente com a proximidade das chuvas, a preocupação da gestão do prefeito Edivaldo é ainda maior. Em São Luís, a administração municipal realiza periodicamente um trabalho preventivo para evitar o descontrole da doença e deixar a população ainda mais tranquila”, disse.

De acordo com o coordenador do programa de Arboviroses de São Luís, Pedro Tavares, o trabalho preventivo é realizado de forma satisfatória em 2019. “Nossas ações são positivas ao longo do ano e o município planeja encerrar a temporada com grande ação para iniciar com segurança o período chuvoso na cidade”, afirmou.

O planejamento da Semana de Mobilização de Combate ao Aedes começou no dia 12 de novembro, com reunião estratégica na sede da Vigilância Epidemiológica, na Alemanha. Na oportunidade, estiveram presentes membros da Semus, da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), da Secretaria Municipal de Desportos e Lazer (Semdel), da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Defesa Civil Municipal. Dados da Semus apontam que, em 2019, foram registrados 1.255 casos de dengue, 273 de chikungunya e 233 casos de zika.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!