Governo anuncia implantação de sistemas de abastecimento de água em comunidades quilombolas

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, recebeu na última semana, um grupo de lideranças comunitárias quilombolas dos… [ ]

23 de outubro de 2017

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, recebeu na última semana, um grupo de lideranças comunitárias quilombolas dos municípios de Central do Maranhão e Pinheiro, para tratar sobre projetos de instalação de sistema de abastecimento de água nas comunidades representadas pelas lideranças. A reunião também contou com a presença do secretário estadual de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, da secretária adjunta de Assistência Social da Sedes, Célia Salazar, e o do deputado estadual Cabo Campo.

Na ocasião, Neto Evangelista, afirmou que o governo do Estado já desenvolve um conjunto de políticas públicas voltadas aos povos e às comunidades quilombolas e anunciou, na reunião, a implementação de serviços que serão executados nessas comunidades, na área de abastecimento de água, que foi a principal demanda apresentada pelos comunitários presentes à reunião.

“Ouvimos aqui representantes de diversas áreas de quilombo do estado, que apresentaram reivindicações para sanar problemas históricos de desabastecimento de água nessas localidades. A demanda é salutar e o governo do Estado já está trabalhando em dezenas de municípios maranhenses para resolver esse problema. Na reunião pontuamos as comunidades quilombolas com necessidades mais prementes de abastecimento de água e deliberamos algumas providências para incluí-las em nossos programas destinados à área”, afirmou Evangelista.

O secretário informou, ainda, que está em plena execução pelo governo do Estado o Programa Água para Todos, por meio do qual está desenvolvendo projetos de implantação de sistemas de abastecimento de água contemplando, atualmente, cerca de 162 comunidades maranhenses, sendo que muitas delas são quilombolas. “E dentro do Programa Água para Todos é desenvolvido o projeto “Rota Quilombola”, que incluiu, inicialmente, Icatu e Serrano do Maranhão, que são municípios tradicionalmente quilombolas”, frisou Neto Evangelista.

O programa Água para Todos’ tem como objetivo levar água potável de qualidade às comunidades que ainda não usufruem desse benefício essencial. Visa, ainda, proporcionar mais saúde, qualidade do saneamento e dignidade às famílias maranhenses beneficiadas pelo projeto.

Ainda como ação voltada às comunidades quilombolas, o titular da Sedes destacou também pontuou o Programa Diques da Produção, que vai beneficiar também municípios que têm áreas quilombolas em seus territórios, a exemplo de Porto do Uru e Estiva dos Mafra, em Mirinzal, comunidades que já estão sendo contempladas pela ação. O Programa Diques da Produção tem objetivo combater a salinização dos campos naturais inundáveis da Baixada Maranhense e implantar grandes canais que permitirão armazenar água doce, de extrema importância para o desenvolvimento de projetos nas áreas da piscicultura, agricultura e pecuária.

Outra ação importante desenvolvida pelo governo do Estado em benefício dos povos quilombolas é a criação da Cozinha Comunitária de Marudá, localizada no município Alcântara. A iniciativa é a primeira do gênero no país a beneficiar povos de comunidades tradicionais. O equipamento será inaugurado na próxima terça-feira (24).

O secretário estadual de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, avaliou positivamente a reunião. “Foi um encontro muito produtivo, pois significa que o estado ouve as reivindicações das populações e busca atendê-las da melhor forma. E no que concerne às demandas apresentadas aqui pelas comunidades quilombolas, colhemos as principais demandas referentes ao abastecimento de água apresentadas pelas comunidades e já vamos começar a tomar providências para responder a contendo as necessidades desses povos, dentro das possibilidades do Estado”, disse o secretário.

A gestora de Igualdade Racial do município Central do Maranhão, Fátima Roland, também considerou produtiva a reunião. “Fiquei muito satisfeita com os encaminhamentos que já foram dados aqui, no sentido de atender as nossas demandas referentes ao abastecimento de água das localidades quilombolas no nosso município”, concluiu.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!