POLÍTICA

Governo do Estado garante equipamentos e insumos a famílias agricultoras

Para fortalecer e estimular a produção agrícola, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e… [ ]

21 de fevereiro de 2022

Para fortalecer e estimular a produção agrícola, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres), está garantindo equipamentos e diversos insumos a comunidades produtoras maranhenses. Os materiais foram entregues em evento, nesta segunda-feira (21), no Palácio Henrique de La Roque, Calhau. O vice governador Carlos Brandão conduziu a solenidade.

“Mais um passo importante na economia solidária, beneficiando mais de 40 entidades que foram capacitadas e agora recebem os equipamentos. Com isso, elas poderão ter sua renda, garantir sua sobrevivência, seu meio de vida. Hoje é um dia de muita alegria para todos nós, quando olhamos para aquelas pessoas que eram consideradas invisíveis e só o que lhes faltava era uma oportunidade para que pudessem impulsionar sua renda”, ressaltou o vice-governador. Para as entregas, o Governo do Estado investiu R$ 4,7 milhões.

Brandão ressaltou o alcance do projeto e garantiu que as ações continuam e devem ser ampliadas. “Temos várias prefeituras parceiras neste projeto, mas, acima de tudo, as associações e entidades, que vão ter sua independência. E no nosso governo, a partir do dia 31 de março, vamos fortalecer esse programa, que veio para ficar. Vamos dobrar os investimentos para gerar mais emprego, mais renda e garantir a tranquilidade jurídica dessas pessoas”, anunciou o vice-governador.

O titular da Setres, Jowberth Alves, ressaltou o significado da iniciativa. “Hoje é um dia muito importante, em que a gente cumpre mais uma etapa do Maranhão Mais Justo, entregando equipamentos para dezenas de empreendimentos em 28 municípios. Além disso, demos um passo mais importante com a entrega de placas de energia solar, que vão garantir autonomia de energia elétrica e reduzir custos para esses pequenos empreendimentos. Agora, irão utilizar energia limpa e renovável”, pontuou.

Foram contemplados produtores de entidades que integram o projeto Maranhão Desenvolvido Mais Justo e Solidário. Para a presidente do Conselho de Economia Solidária, Maria Santana, as entregas vão facilitar e melhorar a vida dos produtores. “Ao longo dessa nossa caminhada, aprendemos que uma nova economia é comprovadamente possível e se chama economia solidária. O sentimento é de gratidão, reivindicando, mas agradecendo. Agradecemos ao Governo do Estado, à Setres e a todos nós que fazemos a economia solidária no Maranhão”, enfatizou.

A artesã Maria Olinda Alves foi uma das beneficiadas com as entregas. “Essa secretaria é muito significativa nesse momento difícil que estamos atravessando de pandemia, pois realmente chega a quem realmente precisa. Um grande apoio para pequenos produtores, famílias agricultoras, artesãos, vendedores ambulantes. É um trabalho muito importante para nós de baixa renda”, frisou.

O projeto Maranhão Desenvolvido Mais Justo e Solidário tem o objetivo de organizar e fortalecer a pequena produção. O foco é gerar trabalho, renda e combater a pobreza no Maranhão. As ações direcionam para estimular o potencial empreendedor dos produtores, considerando a diversidade de cada região. A Setres garante a infraestrutura necessária para o desenvolvimento das comunidades e empreendimentos regionais.

A iniciativa contempla, ainda, a inserção produtiva das populações em situação de extrema pobreza. Serão executadas ações e estratégias com finalidade de desenvolvimento da produção, comercialização e consumo nos empreendimentos, além da oferta de capacitações. “Um projeto de amplo foco social e que apoia quem mais precisa”, ressaltou o secretário Jowberth Alves.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!