ESTADO

Governo do Estado investe mais de R$ 156 mi em obras na Região Tocantina

O Governo do Estado investiu mais de R$ 156 milhões entre obras em execução e concluídas pela Secretaria de Estado… [ ]

6 de janeiro de 2021

O Governo do Estado investiu mais de R$ 156 milhões entre obras em execução e concluídas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) na Região Tocantina no ano passado. São ações distribuídas nas áreas da saúde, educação, infraestrutura e segurança que garantem direitos e melhoram a qualidade de vida da população de vários municípios.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, os investimentos são realizados de forma integrada. “A gestão do governador Flávio Dino investiu em obras que integraram diversos serviços públicos e com foco nas pessoas. Construímos uma estrada rumo à justiça social e caminhamos nela. Estamos dando passos largos, mesmo em meio a uma crise sanitária e econômica mundial”, afirmou.

Em Imperatriz, por exemplo, entre as maiores obras estão construção do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) e a reforma e ampliação do Hospital Materno Infantil (HRMI).

Os serviços de construção do Centro de Ciências Agrárias estão em andamento. São 20 salas de aula, uma de controle, quatro para administração, uma de informática, quatro de manutenção técnica, 21 laboratórios, auditório, cantina, cozinha, oito banheiros, uma biblioteca e estacionamento.

O centro fortalecerá a produção do conhecimento conforme as vocações regionais e possibilitar uma melhor formação profissional. Segundo a estudante Larissa Teles, os alunos estão empolgados com a construção. “A gente sabe que a qualidade de ensino, tanto nas aulas teóricas, quanto práticas, vão melhorar bastante, já que o nosso campus, hoje, está limitado. Vamos ter, agora, espaço e estrutura melhor”, destacou.

Já a reforma, ampliação e modernização e ampliação do Materno Infantil foi acelerada e adaptada para atender aos pacientes com Covid-19, em um anexo que, hoje, funciona de forma independente da estrutura da maternidade. Depois da pandemia, a estrutura de 40 leitos volta a ficar à disposição do HRMI.

Imperatriz recebe ainda os serviços de construção do novo Socorrão que vai contar com131 leitos, sendo 120 de enfermaria e 11 de UTI, mais 24 salas de observação, duas de medicação e de coletas. A metade das salas são para atendimento de crianças e a outra metade para adultos. Entre os espaços, há sala de sutura, de imobilização, sete de cirurgia, duas de raio x, uma de tomografia, ultrassonografia, eletrocardiograma, de exame de colonoscopia e de endoscopia.

Carolina, outro município da Região Tocantina, está sendo contemplado com obras na área de saúde, entre os quais um hospital que representa a descentralização do atendimento e, consequentemente, o fim de longas viagens em busca de atendimento médico dos moradores. O Hospital Municipal de Carolina tem uma estrutura de 20 leitos, além de espaços como recepção, lavanderia, área de armazenagem, passeio, jardim e lanchonete. A estrutura garante um reforço importante na saúde pública.

Nos municípios de Balsas e Amarante está em execução a construção de unidades do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), o que fortalece o ensino público no interior do Maranhão e amplia a oportunidade e as condições de acesso ao mercado de trabalho. Os IEMAs vão dispor de salas de aulas, laboratórios, refeitórios, quadra poliesportiva, biblioteca, auditório, entre outros espaços.

O município de Lajeado Novo recebeu a ponte sobre o Rio Flores, que tem 54 metros de comprimento por 8 de largura. O investimento beneficia, diretamente, cerca de 300 famílias que moram na zona rural. Proporciona mais mobilidade para as pessoas e fomenta a economia local garantindo melhores condições de circulação dos produtos ligados ao plantio de milho e criação de gado, que é principal base econômica.

Para a caseira Maria José Bezerra com a nova ponte o trajeto até a escola do filho, agora, é feito com mais rapidez e segurança. “Ficávamos semanas e semanas com o rio passando por cima dessa ponte de madeira. As crianças perdiam aula porque não tinha como atravessar. Agora, com esta ponte nova acabou o sofrimento”, afirmou.

Ainda na Infraestrutura, o Programa Mais Asfalto possibilitou a melhoria de mais de 150 quilômetros de ruas e avenidas nos municípios de Açailândia, Amarante, Lajeado Novo, São João do Paraíso, São Pedro da Agua Branca, Senador La Roque, Davinópolis, Estreito e Imperatriz.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!