CORONAVÍRUS

Governo homenageia empresas parceiras no combate à Covid-19 no estado

O vice-governador Carlos Brandão representou o governador Flávio Dino, nesta quarta-feira (9), na solenidade de homenagem do Governo do Maranhão… [ ]

11 de dezembro de 2020

O vice-governador Carlos Brandão representou o governador Flávio Dino, nesta quarta-feira (9), na solenidade de homenagem do Governo do Maranhão às empresas que contribuem com as ações de enfrentamento à Covid-19 no estado. O evento foi promovido pela Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), em São Luís.

Brandão ressaltou a grande adesão de setores da iniciativa privada a uma rede solidária que tem apoiado o Governo do Estado nas medidas de prevenção e combate ao coronavírus. “Uma guerra como essa só se vence com grandes parceiros. E a classe empresarial, em um gesto de sensibilidade, tem sido parceira, desde o início da crise sanitária, com a doação de recursos, respiradores e EPIs; merece, portanto, o nosso reconhecimento e a nossa homenagem”, afirmou o vice-governador.

As doações em dinheiro, equipamentos e insumos para o enfrentamento da Covid-19 no estado somam cerca de 20 milhões de reais, segundo o secretário da Seinc, Simplício Araújo. Foram adquiridos mais de 100 aparelhos de ventilação pulmonar e respiração assistida, milhares de termômetros, cerca de 600 mil litros de álcool 70, testes rápidos e serviços gratuitos a profissionais da saúde.

De acordo com o secretário, a grande adesão da iniciativa privada é fruto da relação de parceria que o Governo mantém com a classe empresarial.

“A forma como tratamos a classe empresarial, desde o início da gestão Flávio Dino, transferiu segurança e responsabilidade para esses empresários, que se dispuseram voluntariamente a colaborar com a compra de respiradores e outros insumos”, destacou.

Representantes de empresas como o Grupo Mateus, Vale, Canopus, Eneva, Suzano, Potiguar, entre outras, foram homenageados com troféu de reconhecimento e agradecimento do Governo do Estado.

O presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Cristiano Fernandes, declarou que a necessidade de união entre poder público e iniciativa privada foi um dos aprendizados que a pandemia trouxe. “O Governo está de parabéns pela iniciativa de reconhecer as empresas que se engajaram nessa luta. Que essa relação de parceria continue, e que em 2021 possamos dar continuidade aos projetos de desenvolvimento do nosso estado”, complementou.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, o momento requer união e harmonia. “Somente através da solidariedade e do benquerer de uns com os outros é que podemos vencer essa luta. Não é só com dinheiro ou poder, mas com organização, discernimento e a determinação de trabalharmos juntos”, alertou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!