ECONOMIA

Governo reforça diálogo com empresas e entidades empresariais avaliando lockdown

O secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, esteve reunido (on-line) com diversos segmentos empresariais e entidades de… [ ]

2 de maio de 2020

O secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, esteve reunido (on-line) com diversos segmentos empresariais e entidades de classe, na  sexta-feira (1°), debatendo sobre o lockdown e os efeitos econômicos causados devido à pandemia do coronavírus.

Durante a reunião virtual, gestores da Seinc dialogaram com empresários da área da indústria,  que operam no Porto do Itaqui e no ramo de bebidas. Durante o encontro, os empresários externaram algumas preocupações, como as operações durante o período de lockdown.

A partir do dia 5 de maio, entra em vigor o novo decreto do Governo do Estado, determinado pelo Poder Judiciário do Maranhão. As novas medidas visam conter o crescimento no número de casos confirmados e óbitos por coronavírus em todo o estado. Na última semana, os leitos de UTI dos hospitais estaduais e privados da capital atingiram a capacidade limite por algumas horas.

O secretário da Seinc, Simplício Araújo, que conduziu a reunião, ressalta que o governo tem conversado com diversos segmentos empresariais, diante da pandemia do coronavírus. “Estamos conversando com vários segmentos e entidades empresariais para juntos encontramos alternativas diante dessa crise sanitária. O governador Flávio Dino não tem medido esforços para o enfrentamento desta crise”, explicou Simplício Araújo.

Conselho Empresarial do Maranhão

Nesta sexta-feira (1°), também foi realizada, via internet, a reunião do Conselho Empresarial do Maranhão (CEMA). A pauta da reunião foi o lockdown decretado pela justiça na Ilha de São Luís.

Entidades empresariais externaram a preocupação com a disseminação da Covid-19 e com os impactos econômicos causados pela crise sanitária.

O encontro também contou com a contribuição do secretário de Infraestrutura, Cleyton Noleto.

As entidades empresariais apresentaram sugestões, que serão levadas ao governador Flávio Dino e serão discutidas junto ao comitê científico instaurado pelo Executivo Estadual.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!