Guardas Municipais realizam protesto contra Luis Fernando

Guardas Municipais da cidade de São José de Ribamar cobram do prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva… [ ]

7 de abril de 2017

Guardas Municipais da cidade de São José de Ribamar cobram do prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB) o retorno de conquistas trabalhistas, como insalubridade, adicional de qualificação e auxílio alimentação, contidas no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Segundo a categoria, os benefícios foram retirados em janeiro quando assumiu o comando do legislativo municipal. Uma manifestação foi realizada esta semana. Caso não haja acordo, a categoria ameaça parar as atividades.

Com cartazes com dizeres “Quero Minhas Horas Extras”, “Sr. Prefeito Luis Fernando. Exigimos Respeito e Direitos!”, “Quero Meu Décimo”, os Guardas Municipais estiveram na sede da Secretaria Municipal de Planejamento e Administração, onde também cobraram explicações da secretária Joana Marques.

“O governo do prefeito Luis Fernando está exigindo tudo de nós, inclusive nos forçando a exercer a função de policial sem que haja treinamento. Nosso salário, hoje, é um dos piores do Brasil. Ganhamos migalhas e somos obrigados a trabalhar 24h por dia”, disse o guarda municipal, Roberval.

Em menos de dois meses, esta é a segunda manifestação  realizada por servidores municipais. Em fevereiro, funcionários efetivos do setor da saúde realizaram uma manifestação em frente à Câmara Municipal de São José Ribamar. Na ocasião, foi bloqueada a principal avenida da sede do município.

Protesto dos servidores da saúde em fevereiro

Uma reunião ficou agendada entre a categoria e a prefeitura na próxima segunda-feira (10).

Em nota enviada ao Pagina2, a Prefeitura municipal nega que os guardas municipais desempenhem funções exclusivas da Polícia Militar e que tenham feito qualquer corte na remuneração da categoria.

Leia a nota na integra.

A Prefeitura de São José de Ribamar não foi informada de nenhum protesto, que, porventura, tenha ocorrido nesta semana no município, relativo à Guarda Municipal. O único fato que aconteceu foi uma reunião na Secretaria de Administração e Finanças do Município (SEMPAF), para tratar de pendências salariais deixadas pela gestão passada, no intuito de avaliar e, eventualmente, reconhecer direitos não honrados.

Com relação à afirmação de que guardas estariam desempenhando funções inerentes à Polícia Militar e cumprindo jornadas excessivas de trabalho, esclarecemos que a prefeitura cumpre rigorosamente as normas aplicáveis à categoria.

Especificamente sobre os supostos cortes salariais, a prefeitura nega peremptoriamente que tenha feito qualquer corte na remuneração dos Guardas Civis Municipais, e de qualquer outra categoria, previstos no Estatuto e no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Por fim, a prefeitura de São José de Ribamar reafirma a valorização dos servidores como um compromisso permanente da atual gestão  e mantém o permanente diálogo com todas as categorias para a busca da valorização do funcionários municipais.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!