SAÚDE

HCI realiza mais de 200 cirurgias no primeiro mês de funcionamento do centro cirúrgico

O Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), unidade pertencente à rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou 228 cirurgias… [ ]

10 de maio de 2022

O Hospital de Cuidados Intensivos (HCI), unidade pertencente à rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou 228 cirurgias no primeiro mês de inauguração do centro cirúrgico. O serviço, localizado em São Luís, foi referência para atendimento a casos de Covid-19 e passou a receber pacientes do Programa Mais Cirurgias.

“Os resultados mostram que é um serviço realmente necessário para a população do estado. Em menos de um mês, completamos essa importante marca, desempenhando um trabalho com qualidade e responsabilidade ofertado à população maranhense”, ressaltou Marcus Grangeiro, diretor clínico do HCI.

Com os investimentos do Governo do Estado, o hospital passou a fazer parte da rede de unidades que realizam procedimentos do Programa Mais Cirurgias, criado para acelerar a execução dos procedimentos cirúrgicos eletivos na rede estadual de saúde. A unidade realiza cirurgias ortopédicas, urológicas, ginecológicas, vasculares, neurológicas e gerais.

Uma das cirurgias mais recentes foi a do jovem Darlisson Nascimento, de 27 anos, morador do município de Axixá. O autônomo foi submetido a uma cirurgia de hérnia na última semana. “Foi muito tranquilo, fui muito bem tratado por toda equipe. Fiz a cirurgia, estou bem, estou feliz, e agora é esperar para voltar para casa com a saúde totalmente restabelecida”, contou Darlisson.

A mãe de Darlisson, Dejanira Nascimento, também era só alegria com a cirurgia e recuperação do filho. “Poder passar o dia das mães com meu filho com saúde é motivo de muita alegria. É muita felicidade. O atendimento daqui é ótimo, adorei, fomos muito bem tratados, tudo muito bacana”, agradeceu.

Os pacientes atendidos no HCI são encaminhados pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou por hospitais da rede estadual ou municipal localizados no interior ou na capital. O hospital é administrado pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH).

“São pacientes que estão aguardando por um procedimento cirúrgico. O nosso foco são cirurgias ginecológicas e gerais, mas a unidade também realiza procedimentos nas áreas ortopédica e neurológica. Já estamos conseguindo, inclusive, realizar cirurgias de alta complexidade. O nosso objetivo é levar saúde e qualidade de vida aos nossos pacientes”, destaca o diretor Marcus Grangeiro.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!