Hospital Regional de Timbiras realiza cirurgia reparadora inédita

A partir de agora, a população do leste maranhense pode contar com um novo procedimento cirúrgico no Hospital Regional de… [ ]

15 de outubro de 2017

A partir de agora, a população do leste maranhense pode contar com um novo procedimento cirúrgico no Hospital Regional de Timbiras, unidade da rede estadual de saúde. Pela primeira vez, o Hospital realiza o tratamento de pacientes portadores de Sindactilia. A doença rara acomete os dedos da mão, caracterizada pela fusão entre dois ou mais dedos, podendo ocorrer tanto em partes moles (sindactilia cutânea) quanto em ossos (sinostose).

Antes, o paciente portador de Sindactilia precisava se deslocar a Teresina para corrigir a má formação genética. Segundo o diretor administrativo do Hospital Regional de Timbiras, Sansão Pinheiro, o novo serviço representa uma ampliação da política de assistência à saúde pública nas unidades do estado. “Muitos pacientes não tinham condições de se deslocar a Teresina para fazer uma cirurgia de caráter simples. Agora, graças ao apoio do Governo do Estado, o HRT oferece este procedimento inédito, realizado por dois cirurgiões plásticos reparadores”, afirma.

A primeira cirurgia de Sindactilia foi realizada nas mãos do pequeno Frabrício Prazeres, de sete anos, morador do povoado Melancia. O cirurgião plástico Dr. Hélio Wilson, responsável pelo procedimento, garante que os resultados são positivos. “O resultado após o procedimento é muito bom. O local fica com uma aparência normal e apenas a pele enxertada pode ficar com uma coloração um pouco diferente do resto da mão, o que não é considerado relevante visto o benefício que a cirurgia traz ao paciente”, disse o cirurgião.

Hospital Regional de Timbiras 

O Hospital Geral de Timbiras é uma unidade de saúde de urgência e emergência e dispõe de quatro especialidades médicas: clínica, cirúrgica, pediátrica e obstetrícia e exames de radiologia, ultrassonografia, análises clínicas, eletrocardiograma e testes rápidos (HIV, sífilis e hepatite). O Hospital serve à população de toda a regional de saúde de Codó, que inclui os municípios de Timbiras, Coroatá, Peritoró, São Mateus e Alto Alegre do Maranhão.

Saiba mais sobre Sindactilia
Não se sabe ao certo as causas exatas de Sindactilia. Elas podem ser várias – desde uma anormalidade herdada de um dos pais até o resultado de uma alteração genética, ocorrida durante a fase embrionária.

A Sindactilia pode vir acompanhada, também, de outras anomalias genéticas, como a síndrome de Down e, causas extremamente raras, como Síndrome de Apert, caracterizada por uma anomalia craniofacial; Síndrome de Carpenter, em que há acrocefalia, anomalias craniofaciais; e Síndrome de Cornelia de Lange, caracterizada por malformações congênitas e atrasos no desenvolvimento motor.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!