Inmeq-MA orienta empresários na contratação de serviços de manutenção de instrumentos de medição

Os empresários dos setores de restaurantes, supermercados, postos de combustíveis, hospitais e clínicas devem contratar serviços de manutenção e reparo… [ ]

17 de agosto de 2017

Os empresários dos setores de restaurantes, supermercados, postos de combustíveis, hospitais e clínicas devem contratar serviços de manutenção e reparo de instrumentos de medição somente em oficinas que estejam credenciadas junto ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

O alerta foi feito por técnicos do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA) durante encontro técnico, realizado na quarta-feira (16), com a presença de representantes de oficinas permissionárias de manutenção e reparo de instrumentos de medição como balanças, bombas de combustíveis, taxímetros, entre outros. O objetivo da reunião foi estudar as normas do Inmetro que tratam das condições a serem atendidas por estas empresas. O evento foi realizado nesta quarta-feira, 16/08, na Escola de Governo do Maranhão (EGMA-MA).

O encontro capacitou e atualizou os proprietários de oficinas sobre as recomendações de trabalho para as atividades de conserto e manutenção de instrumentos de medição “Um alerta que fazemos aos supermercados, postos de combustíveis e outros setores que trabalham com instrumentos de medição é que nunca contratem oficina que não sejam credenciadas ao Inmetro, pois podem ser autuado durante fiscalização do Inmeq-MA”, adverte o diretor técnico do órgão, Zois Gantzias.

O Inmeq-MA, órgão delegado do Inmetro no Maranhão, é responsável pela fiscalização de instrumentos de medição, entre os quais balança, bomba de combustíveis, taxímetro, esfigmomanômetro, medidor de pressão arterial e outros. A manutenção e reparo destes instrumentos é realizada por oficinas credenciadas junto ao Inmetro.

Para o proprietário de oficina de manutenção e reparo de balanças comerciais, Antônio Carlos, este tipo de encontro permite que as empresas credenciadas obtenham informações detalhadas e esclareçam as dúvidas sobre as normas e exigências do Inmetro. “Temos que ter mesmo este tipo de capacitação, pois vez por outra, somos surpreendidos com regulamentos novos”, disse o empresário.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!