Justiça suspende ação contra 22 réus pelo desastre da Samarco em Mariana

Considerada a maior tragédia ambiental do país, o desastre de Mariana, em novembro de 2015, pode acabar não dando em… [ ]

7 de agosto de 2017

Considerada a maior tragédia ambiental do país, o desastre de Mariana, em novembro de 2015, pode acabar não dando em nada.

Conforme informações do G1, a Justiça Federal suspendeu o processo criminal contra 22 pessoas, além das empresas Samarco, Vale, BHP Billiton e VogBR. A decisão à qual a reportagem teve acesso data de 4 de julho.

As defesas do diretor-presidente da Samarco, Ricardo Vescovi, e do diretor de operação, Kleber Terra, alegaram que escutas telefônicas ilegais foram utilizadas pela acusação.

Por isso, pediram a anulação do processo, ao alegar que a quebra do sigilo telefônico excedeu o período autorizado.

Do Globo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!