SAÚDE

Lançada Campanha Março Lilás com foco na prevenção e combate ao câncer de colo de útero

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou nesta terça-feira (8), Dia Internacional da… [ ]

9 de março de 2022

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, o lançamento da Campanha Março Lilás, que neste ano tem como tema “Luta, combate e prevenção”. A campanha alerta para a prevenção e combate do câncer de colo de útero.

As ações têm como foco principal a conscientização das mulheres de 25 a 65 anos sexualmente ativas ou não, seguindo as diretrizes do Instituto Nacional do Câncer (Inca) sobre a importância do exame Papanicolau e da vacinação contra o HPV, nas meninas e meninos com idade média entre 9 a 14 anos.

Para o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, as ações da Campanha Março Lilás são fundamentais, principalmente no Maranhão, visto a alta incidência de câncer de colo do útero no estado.

“O câncer mais prevalente entre as mulheres no Maranhão não é o câncer de mama, mas o de colo de útero. E este deriva principalmente do HPV, atingindo mulheres que têm relação sexual com pessoas que já possuem o HPV, e isso pode ser prevenido principalmente com a vacina contra esse vírus. Apesar dos municípios receberem essa vacina todos os anos do Ministério da Saúde, ainda assim, o país tem uma baixíssima taxa de adolescentes vacinados”, afirmou o secretário Carlos Lula.

O lançamento oficial da campanha aconteceu no Convento das Mercês, onde foi realizada uma ação para a população do entorno, oferecendo serviços como triagem, com aferição de pressão arterial e glicemia; teste de HIV, sífilis e hepatite B e C; orientação nutricional; consultas médicas com ginecologista; marcação de mamografia; marcação de consultas e exames; orientação psicossocial; ações de saúde bucal; e vacinação contra a Covid-19.

Dona Francimeire Araújo, de 65 anos, foi uma das moradoras do Desterro que aproveitou os serviços oferecidos durante a ação. “Esta ação é muito importante, para que possamos cuidar da nossa saúde e tirar as nossas dúvidas. Já aproveitei e fiz todos os serviços que a ação ofereceu”, destacou a dona de casa.

Já a Tairis Gonçalves, de 24 anos, junto com o filho Iago, de 7 anos, foram em busca da vacinação contra a Covid-19. “Hoje eu aproveitei para tomar a terceira dose e meu filho, a segunda. Ações como essa são muito importantes para a comunidade, pois podemos ter acesso aos serviços mais próximos da nossa casa”, contou.

A chefe do Departamento de Atenção à Saúde da Mulher da SES, Ana Cleide Vieira, destacou que durante todo o mês de março serão realizadas ações em comunidades diferentes, em parceria com outros órgãos do Governo do Estado.

“A prevenção deve acontecer o ano inteiro, o mês de março é um mês alusivo, mas orientamos que as mulheres na faixa etária de rastreamento com idade entre 25 a 69 anos, procurem as unidades básicas de saúde para a realização do exame preventivo pelo menos uma vez por ano”, destacou a chefe do departamento.

As ações da campanha irão acontecer, simultaneamente, em todas as unidades da rede estadual de saúde, que oferecem consultas com médicos ginecologistas e exames de Papanicolau. Assim como, nos municípios em parceria com as regionais de saúde do Estado.

Os serviços de ginecologia da rede estadual de saúde estão localizados nas Policlínicas de São Luís (Vinhais, Vila Luizão, Cidade Operária, Cohatrac e Idoso) e ambulatórios do Hospital Dr. Genésio Rêgo e Hospital Aquiles Lisboa, bem como nas Policlínicas Açailândia, Imperatriz, Barra Do Corda, Santa Inês, Matões e Presidente Dutra.

Agendamentos

Na capital, para agendar atendimento estão disponíveis os canais: Disque Saúde (98) 3190-9091; nas unidades dos Viva/Procon (Beira Mar e Shoppings da Ilha, Golden, Pátio Norte, São Cristóvão e Distrito Industrial), bem como no site ou aplicativo do Procon Maranhão. No interior, é necessário agendamento direto nas unidades ou através das Secretarias Municipais de Saúde da sua cidade.

É preciso ter o RG, cartão do SUS e encaminhamento para o exame de Papanicolau.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!