POLÍTICA

Maranhão debate reforma tributária, compras governamentais e infraestrutura no Consórcio Brasil Central

O secretário estadual de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, representou o Maranhão durante agenda do Consórcio Interestadual de… [ ]

8 de agosto de 2019

O secretário estadual de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, representou o Maranhão durante agenda do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC), em Brasília. Na oportunidade, Araújo foi empossado como conselheiro do bloco.

Durante a agenda, Simplício Araújo debateu sobre as reformas tributária e da Compensação Financeira para Exploração de Recursos Minerais (CFEM), compras governamentais e pautas relacionadas ao fomento e infraestrutura comum ao Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Goiás e Tocantins, estados integrantes do BrC.

Na terça-feira, Araújo assinou, junto ao vice-governador Carlos Brandão e os demais governantes dos sete estados, o protocolo de intenções com o Branco Regional de Brasília (BRB), que garantiu, inicialmente, R$ 500 milhões de investimentos em operações de fomento ao desenvolvimento das regiões. O bloco concluiu a primeira compra de medicamentos para as regiões, garantiu a participação na maior feira de turismo do mundo e uma parceria com Portugal, como porta de entrada na União Europeia.

De acordo com Araújo, há sinergia entre a essência do BrC e os objetivos do governador Flávio Dino para o Maranhão.

“A unificação desses sete estados em prol do desenvolvimento dos quase 900 municípios representados vai ajudar a retomar o fôlego social e econômico regional de forma significativa. Não é de hoje que acredito que a união é que vai fazer a diferença para o país e o Maranhão. O BrC representa isso e não vamos medir esforços para continuar avançando”, sublinhou.

Consórcio Brasil Central 
O Consórcio Brasil Central foi criado em 2015 para aumentar a competitividade dos estados, por meio da cooperação técnica efetiva na formulação de políticas regionais, projetos, parcerias, captação de recursos e soluções de problemas. Os projetos do BrC são direcionados às áreas de desenvolvimento econômico sustentável, infraestrutura, logística, articulação institucional, ambiente de negócios e gestão pública.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!