MInfra coloca Porto do Itaqui entre os 3 dos melhores do Brasil

O Porto do Itaqui está no top três dos melhores do país, de acordo com o prêmio Portos + Brasil,… [ ]

25 de novembro de 2020

O Porto do Itaqui está no top três dos melhores do país, de acordo com o prêmio Portos + Brasil, instituído pelo Ministério da Infraestrutura (MInfra) para estimular a busca permanente de excelência na gestão dos portos públicos brasileiros. O Itaqui conquistou a segunda posição no ranking do Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP), ao lado dos portos de Santos e Imbituba (SC), e ficou a 0,5 pontos de diferença dos Portos do Paraná, em primeiro; levou também o terceiro lugar em Execução dos Investimentos Planejados, antecedido pelos Portos do Paraná e Itajaí (SC).

A cerimônia de entrega de troféus foi realizada nesta terça (24), em Brasília, no encerramento do Fórum Nacional de Logística e Infraestrutura Portuária – Brasil Export, com a presença do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. “Apesar do ano difícil, o setor de portos mostrou uma resiliência impressionante em 2020. Galgamos posições importantes no ranking de eficiência mundial do segmento e registramos movimentações recordes nos portos brasileiros. Hoje, celebramos, aqui, a meritocracia”, declarou o ministro.

O presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago, que participou do fórum e integrou o debate sobre Concessão de terminais, arrendamentos simplificados e agenda para atração de investimentos nos portos brasileiros, recebeu os troféus. “Dedico esse prêmio à nossa equipe e a todos que fazem o Porto do Itaqui ser motivo de orgulho para o Maranhão e para o Brasil. Esse é um importante reconhecimento à visão do governador FD para o Porto, sempre situando-o como estratégico para a região e incentivando um modelo de gestão técnica focada em resultados, o que já se tornou a marca do seu governo. Mais do que seu caráter competitivo, o Portos + Brasil é um estímulo à troca de experiências e aprendizagem entre as autoridades portuárias”, disse Lago.

Demais categorias

Nas duas outras categorias do prêmio, o Porto do Itaqui acumula performance vitoriosa. Em Variação da margem EBTIDA (categoria que visa avaliar, em termos percentuais, o crescimento das autoridades portuárias em relação ao ano anterior), vale lembrar que o Itaqui tem um histórico recente de verdadeira revolução nesse índice de geração de caixa: saltou de 0,1% em 2014 para 48,7% em 2015, mantendo-se na faixa dos 49,6% em 2019. E em Crescimento da Movimentação, em 2019 o porto público do Maranhão movimentou 25,2 milhões de toneladas de cargas, com alta de 12% em relação a 2018.

Segundo o MInfra, o Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP), base de dados que avalia os portos públicos, integra as diretrizes previstas na Portaria MTPA n° 574/18 para garantir mais autonomia às autoridades portuárias nos procedimentos licitatórios, além de maximizar a descentralização da administração dos portos organizados. A portaria permite, ainda, que o ministério identifique quais autoridades portuárias vêm adotando as melhores práticas de mercado, de gestão e governança, de transparência e que possuam boa estrutura organizacional, física e quadro funcional adequado à exploração portuária.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!