ÁGUA

Novos sistemas de abastecimento da Caema em 2020 já chegaram a 40 mil pessoas

Os poços e sistemas de abastecimento entregues pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) em 2020 já chegaram, por… [ ]

9 de junho de 2020

Os poços e sistemas de abastecimento entregues pela Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) em 2020 já chegaram, por enquanto, a cerca de 40 mil pessoas em diversas cidades do Maranhão.

Foram seis sistemas inaugurados: no bairro Santa Clara, em São Luís; na Vila Macedo, em Imperatriz; em Governador Eugênio Barros; em Governador Archer; em Esperantinópolis; e em Arame.

“Graças a Deus chegou esse dia tão sonhado para a nossa comunidade receber este poço, pois há anos não temos abastecimento regular de água, o que nos salvava eram os carros-pipas. Sem água não tem como ter qualidade de vida”, disse Maria Célia Ferreira, moradora do bairro Jovitão, em Esperantinópolis.

Em Governador Archer, o morador Kelson Cruz contou que o problema de abastecimento era histórico: “Agora, teremos água nas torneiras, na caixa, no chuveiro. A água antes não servia nem para cozinhar e, agora, acredito que vá servir para fazer tudo. Agora o sofrimento acabou”.

Em Governador Eugênio Barros, o impacto também foi sentido pelos moradores. “Este poço é muito importante para nós. Ele vai atender parte da nossa população”, afirmou a prefeita de Governador Eugênio Barros, Maria da Luz Figueiredo.

Mudança de rotina

Na segunda maior cidade do Estado, o novo sistema de abastecimento mudou a vida de muita gente. “Já posso ligar a minha máquina e encher tudo sem ficar acordada de madrugada. Graças a Deus, com esse novo poço, nós temos bastante água e estamos muito gratos”, disse  Oraildes Araújo, moradora da Vila Macedo, em Imperatriz.

O mais recente sistema entregue foi no bairro Santa Clara, em São Luís, com um poço de 120 metros de profundidade.

“A preocupação em garantir o abastecimento de água para população é muito grande, principalmente durante a pandemia causada pelo novo coronavírus, já que a água é um fator importante na prevenção”, disse o presidente da Caema, André dos Santos Paula.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!