ECONOMIA

Parcerias ampliam e fortalecem Rede de Comércio Virtual no Maranhão

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres), está firmando parcerias para… [ ]

19 de maio de 2020

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Economia Solidária (Setres), está firmando parcerias para ampliar e fortalecer Rede de Comércio Virtual no Maranhão. A iniciativa vai garantir que empreendimentos de mulheres, comunidades tradicionais, quilombolas e artesãos do estado tenham espaço específico para vender suas produções na plataforma ReSolVi (Rede Solidária de Comércio Virtual).

A oportunidade é resultado de articulações que a Setres está fazendo, com várias instituições, com o objetivo de promover o acesso desses empreendedores ao mercado online, incentivar a geração de renda e fortalecer o comércio virtual no Maranhão.

“Estamos integrando as políticas públicas, no Governo do Estado, com o intuito de ampliar os resultados, alcançar a população e ajudarmos os maranhenses a superarem este momento difícil”, afirma o secretário de Estado de Trabalho e Economia Solidária, Jowberth Alves.

Jowberth Alves informa que já foram fechadas parcerias com a Agência Executiva Metropolitana do Sudoeste Maranhense (AgemSul), Secretarias de Estado de Igualdade Racial (SEIR), da Mulher (SEMU) e do Turismo (Setur). “Vamos estender o diálogo, também, a outras organizações. Unidos vamos reerguer o comércio e a economia do Maranhão”, anunciou o secretário.

O presidente da AgemSul, Frederico Ângelo, e o secretário de Estado de Turismo, Catulé Júnior, afirmam que a plataforma ReSolVi será uma vitrine para expor e divulgar os produtos e serviços de artesãos, agricultores e outros negócios, especialmente neste momento de recessão no setor comercial causada pela pandemia da Covid-19.

“A ReSolVi possibilita que os empreendimentos chefiados por mulheres tenham uma campanha especial incentivando que o consumidor compre mais do público feminino. Uma vez que são maioria a frente dos pequenos empreendimentos informais, e estão mais expostas à situação de vulnerabilidade no ambiente doméstico”, ressalta a Secretária de Estado da Mulher, Ana Mendonça.

O secretário de Estado de Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, avalia que a parceria com a Setres é de grande importância porque será uma oportunidade de desenvolver e orientar a produção para encontrar caminhos para chegar ao mercado.

A articulação com a SEIR vai possibilitar, ainda, que as plataformas da ReSolVi e do Selo Quilombos do Maranhão, em breve, sejam linkadas. A medida aumentará os meios de acesso aos canais para usufruir dos benefícios.

ReSolVi

A ReSolVi é um canal virtual que liga os pequenos empreendimentos aos consumidores. Para participar, o empreendedor deve fazer inscrição no link trabalho.ma.gov.br/Resolvi. A iniciativa, realizada pela Setres, integra um conjunto de ações desenvolvidas pelo Governo do Maranhão com o objetivo de minimizar os impactos causados pela Covid-19 aos trabalhadores maranhenses.

Selo Quilombos do Maranhão

O Selo Quilombos do Maranhão foi instituído, por meio da SEIR. Tem a finalidade de identificação social e territorial de produtos oriundos de comunidades quilombolas. O Selo dá visibilidade aos trabalhos e produtos agrícolas, pesca artesanal, extrativismo, associações e cooperativas de povos de quilombos maranhenses.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!