SÃO LUÍS

Prefeito Edivaldo inicia obras de Ecoponto e Galpão de Triagem Vila Isabel

A macropolítica de gestão de resíduos sólidos implantada pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior para profissionalizar os serviços de limpeza urbana… [ ]

11 de setembro de 2019

A macropolítica de gestão de resíduos sólidos implantada pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior para profissionalizar os serviços de limpeza urbana de São Luís segue avançando e inicia as obras de construção do Ecoponto e Galpão de Triagem Vila Isabel. Localizados na Avenida dos Portugueses, os equipamentos irão coibir o descarte irregular de resíduos na área Itaqui-Bacanga, aumentar a taxa de reciclagem da cidade e fortalecer as cooperativas que atuam na capital. Atualmente, São Luís é a capital nordestina com maior taxa de reciclagem – 2,34% -, além de fazer parte de um grupo seleto de apenas 12% das cidades das regiões Norte e Nordeste que fazem o gerenciamento adequado do lixo

Este será o segundo galpão de triagem em construção na gestão do prefeito Edivaldo, que está finalizando as obras do Ecoponto e Galpão de Triagem Centro, localizados no Anel Viário. Os galpões integram o eixo de fortalecimento das entidades de catadores de materiais recicláveis de São Luís.

O prefeito Edivaldo destacou que quando os dois equipamentos estiverem em operação irão propiciar o crescimento das cooperativas e a geração de novos empregos. “Os galpões terão todo o maquinário necessário para que as cooperativas possam fazer o manejo correto dos materiais recicláveis. Além dos galpões, estamos seguindo com a implantação de novos Ecopontos pela cidade. Isto vai representar um ganho de produtividade para as cooperativas. Desta forma, além de manter nossa cidade limpa e preservar o meio ambiente, ainda vamos gerar emprego e renda”, disse.

ECOPONTO E GALPÃO VILA ISABEL

O Ecoponto Vila Isabel será o primeiro da área Itaqui-Bacanga e vai beneficiar diretamente cerca de 10 bairros do seu entorno, coibindo o descarte irregular ao longo da Avenida dos Portugueses, que atualmente tem pontos crônicos onde é feito o despejo inadequado de resíduos sólidos. Para evitar o acúmulo de lixo ao longo da via, a Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, faz a ações de remoção manual e mecanizada pelo menos três vezes por semana e mantém o serviço de coleta sendo prestado diariamente.

Anexo ao Ecoponto será construído um galpão de triagem de materiais recicláveis. O equipamento será entregue em regime de cessão à Cooperativa de Reciclagem de São Luís (COOPRESL), que atualmente funciona de forma improvisada dentro do campus Dom Delgado da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Os espaços serão entregues com toda a estrutura e maquinário necessários para que os catadores possam executar seu trabalho de forma mais segura, organizada e eficiente. A entrega dos galpões engloba também o aparelhamento e treinamento das cooperativas de catadores, com o fornecimento dos equipamentos necessários para o desenvolvimento das atividades tais como mesa de triagem, carrinhos metálicos para transporte de recicláveis, prensa e enfardadeira.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, informou que a entrega dos galpões é mais uma etapa dentro das políticas de fortalecimento das cooperativas. “Desde o início da gestão do prefeito Edivaldo temos dado todo o apoio que as cooperativas precisam. Vamos também formar e capacitar as pessoas que fazem parte destas entidades, profissionalizando esta atividade para que elas se tornem independentes. Este tipo de política é algo inédito na nossa cidade”, informou.

CIDADE SUSTENTÁVEL

Os galpões vão contribuir para o aumento do índice de reciclagem na cidade. Além dos dois galpões, outros investimentos já confirmados contribuirão para tonar São Luís uma cidade mais sustentável. Atualmente 15 Ecopontos estão em pleno funcionamento. A meta da gestão do prefeito Edivaldo é fechar o ano de 2019 com 20 Ecopontos em operação.

Mais 10 equipamentos do tipo serão entregues ao longo de 2020. Já está em fase de licenciamento a Usina de Beneficiamento de Resíduos Inertes e do Pátio de Compostagem, que irão beneficiar os resíduos orgânicos e da construção civil. Também está sendo finalizada a preparação para a coleta seletiva porta a porta.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!