SÃO LUÍS

Prefeito Edivaldo revitaliza e entrega Largo de São João, no Centro Histórico

Local, que era usado como estacionamento irregular, recebeu da gestão do prefeito Edivaldo novo piso, bancos, lixeiras, nova iluminação e… [ ]

18 de dezembro de 2020

Local, que era usado como estacionamento irregular, recebeu da gestão do prefeito Edivaldo novo piso, bancos, lixeiras, nova iluminação e paisagismo voltando a ter suas características originais

Totalmente reformado, com suas características arquitetônicas originais recuperadas, o Largo de São João foi inaugurado nesta sexta-feira (18), pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior. A obra compõe um grande volume de investimentos que o gestor promove no Centro da capital e por meio do qual revitalizou logradouros como Largo do Carmo e Praça João Lisboa, Praça da Misericórdia, Mercado das Tulhas, entre outros serviços que integram o programa São Luís em Obras. O Largo de São João, que fica em frente à Igreja de São João Batista, localizada entre as ruas da Paz, São João e uma alameda que liga a Rua de São João à das Flores, no Centro, vinha sendo usado de forma irregular como estacionamento nas últimas décadas. Agora é mais uma cartão-postal da capital.

“O Largo de São João é mais um espaço histórico que nós recuperamos e resgatamos todas as características arquitetônicas originais. Até o antigo trilho do bonde nós encontramos e deixamos no local para relembrar sua história. Nas últimas décadas, o largo foi totalmente descaracterizado e passou a ser ocupado de forma irregular. Aqui fica a quarta igreja mais antiga de São Luís, por isso, a história deste espaço se confunde com a própria memória da cidade. Esta é mais uma obra que integra o maior programa de recuperação do Centro de São Luís, que está ficando cada vez mais bonito. Estamos trabalhando para entregar até o fim do ano a Praça da Saudade e a urbanização da Fonte do Bispo, fechando com chave de ouro todo este trabalho que temos feito ao longo da gestão para devolver ao Centro a sua importância histórica, social, cultural e turística”, destacou o prefeito Edivaldo.

A primeira-dama, Camila Holanda; o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Maranhão (IPHAN), Maurício Itapary; as secretárias municipais do Turismo, Socorro Araújo; Criança e Assistência Social, Andréia Lauande; e o pároco da Paróquia de São João Batista, Leonardo Hellmann, acompanharam o prefeito Edivaldo durante a inauguração.

REFORMA

Com a reforma, o Largo de São João recebeu novo piso em granilito, bancos para descanso, novo paisagismo e acessibilidade universal. Foram instalados novos pontos de iluminação em LED, além de refletores com lâmpada em LED voltados para a fachada da igreja. Foi executada reforma da escadaria da edificação bem como a adequação da rampa para garantir o acesso de todos à igreja.

O pavimento tradicional dos trechos das ruas da Paz, São João e uma alameda que liga a Rua de São João à das Flores que contornam o largo foram recuperados com a retirada da camada asfáltica e a colocação de paralelepípedos. Durante o processo, parte dos antigos trilhos que serviam para a passagem dos bondes na Rua da Paz foi encontrado. Para preservar a memória histórica do espaço o trilho foi mantido assim com ocorreu na Avenida Magalhães de Almeida quando da reforma do Largo do Carmo, Praça João Lisboa, Rua de Nazaré e entorno. Para evitar que o Largo de São João volte a ser usado como estacionamento foram colocados balizadores no entorno.

Com isso, o largo teve todas as suas características arquitetônicas e usos originais recuperados. “O Largo de São João praticamente não existia mais. O trabalho realizado aqui recuperou todo o espaço, trouxe de volta sua arquitetura original e garantiu um espaço agradável para a população de São Luís poder contemplar mais um local do Centro que é cheio de história e representatividade para a cidade”, afirmou o superintendente do IPHAN, no Maranhão, Maurício Itapary.

A obra, que transformou totalmente a área, foi bem recebida por todos. É o caso de Raimunda Carvalho, dona de um comércio no entorno do largo há mais de 15 anos. “Aqui era tudo bagunçado. O estado era precário. Agora melhorou para todo mundo. As pessoas vão ter onde sentar, descansar, acompanhar as missas. Ficou ótimo”, comentou.

Moradora do São Francisco, Iracy Cardoso passa com frequência pelo local e também gostou do resultado das obras. “Ficou muito lindo. Eu fiquei surpreendida quando vi porque mudou completamente para melhor. Os idosos vão ter onde descansar. É um ganho para todo mundo que frequenta o Centro”, comentou.

HISTÓRIA DO LARGO

O Largo de São João é um dos espaços mais tradicionais da cidade, mas acabou se tornando um estacionamento irregular de carros no Centro de São Luís, além de ser ocupado pelo comércio informal. Com isso, sua importância histórica ficou praticamente esquecida pela maioria da população.

O Largo de São João é o endereço da quarta igreja mais antiga de São Luís, a Igreja de São João Batista, construída em 1665, sendo conhecida por ter abrigado o túmulo de Joaquim Silvério dos Reis, traidor da Inconfidência Mineira falecido em 1819. “Agradeço ao prefeito Edivaldo por ter feito a reforma do Largo de São João. Agora é necessário que o espaço seja preservado para que a reforma possa durar de fato e a área não volte ao estado de degradação que estava antes. Espero que a população mantenha o espaço conservado”, disse o pároco da Paróquia de São João Batista, Leonardo Hellmann.

RECUPERAÇÃO DO CENTRO

Esta obra soma-se a outras da área central de São Luís realizadas pela gestão do prefeito Edivaldo por meio do programa São Luís em Obras, o maior programa de infraestrutura já executado na capital, abrangendo bairros da área central à zona rural. Também serão entregues este mês as obras de reforma da Praça da Saudade e a urbanização da Fonte do Bispo.

Por meio do programa, já foram entregues na área central da cidade o Parque do Bom Menino, Praça da Bíblia e Estádio Municipal Nhozinho Santos, que passaram por reformas estruturais. Também já foi inaugurado a Escola Municipal de Música (Emmus) em casarão da Rua do Giz que foi totalmente recuperado, o Mercado das Tulhas (Feira da Praia Grande), Praça João Lisboa, Largo do Carmo, Rua de Nazaré e entorno, além da Praça da Misericórdia.

Estão em execução as reformas de casarões na Rua do Giz e da Rua da Palma, para uso como habitação de interesse social, além de casarão na Rua Portugal para abrigar órgãos da administração municipal. Também está sendo feita a recuperação da pavimentação de paralelepípedos de 30 ruas do Centro Histórico para garantir mobilidade.

A região central também tem recebido obras importantes em outras áreas como o Ecoponto Centro e Galpão de Triagem de Materiais recicláveis, que vão garantir o aumento dos índices de reciclagem e sustentabilidade da cidade.

Em bairros como Vila Passos, Lira, Belira, Macaúba, Goiabal e Diamante estão sendo feitas obras como a implantação de rede de drenagem, construção ou reforma de praças e pavimentação.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!