ASSISTÊNCIA SOCIAL

Prefeitura de São Luís distribui máscaras reutilizáveis para pessoas em situação de vulnerabilidade social

Medida integra ações determinadas pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior de assistência aos mais vulneráveis; além das máscaras foram entregues também… [ ]

23 de maio de 2020

Medida integra ações determinadas pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior de assistência aos mais vulneráveis; além das máscaras foram entregues também kits de higiene, resultado de parceria da Prefeitura com a Equatorial

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) entregou máscaras reutilizáveis de tecido para proteção contra o novo coronavírus. Receberam o acessório o público abrigado nas Unidades de Acolhimento da pasta. A entrega iniciou pelos abrigos para pessoa com deficiência e em situação de rua e se estenderá às demais unidades. Ao todo serão entregues 100 mil máscaras. A Semcas também montou e está entregando kits de higiene pessoal para os acolhidos a partir da doação de três mil itens do gênero, destinados pela Equatorial Maranhão, concessionária de energia elétrica no Maranhão. No pacote, também foi incluído um jogo de tabuleiro educativo que ensina sobre o novo coronavírus. As ações integram a política de assistência social da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior que foram reforçadas durante a pandemia da Covid-19.

“As máscaras de proteção fazem parte de uma ação do prefeito Edivaldo para possibilitar a proteção de pessoas em situação de rua e em vulnerabilidade social. Começamos a entrega pelas unidades de acolhimento para que todos os acolhidos tenham máscaras novas, além das usuais que já receberam. Também fomos alvo de uma doação significativa da Equatorial Maranhão, que tornou possível a distribuição de kits de higiene pessoal compostos por sabonete, hidratante, perfume, absorvente, barbeador, escova e creme dental para a população que se encontra acolhida conosco”, destacou a titular da Semcas, Andréia Lauande, que garantiu a distribuição progressiva para os outros abrigos municipais e conveniados, além de estender a entrega, nos próximos dias, para a população de baixa renda.

Já os kits de higiene pessoal, doados pela Equatorial Maranhão, servirão de reforço para os trabalhos realizados pela Semcas, que tiveram de ser intensificados e ampliados por causa da pandemia do novo coronavírus. “Em tempos tão difíceis para todos, a Equatorial vem contribuir em apoio à Secretaria Municipal de Assistência Social com a doação de três mil itens de higiene pessoal às pessoas abrigadas por este órgão. Somos uma empresa com missões e valores voltados à prestação de um serviço com qualidade, foco em gente e em contribuir com o desenvolvimento do nosso estado. Juntos somos mais fortes”, destacou a consultora de Grandes Clientes da Equatorial Maranhão, Vanessa Soares.

BENEFICIADOS

Na sexta (22), a Semcas levou máscaras e kits de higiene pessoal aos acolhidos no Centro Combonianos, situado no bairro Olho d’Água. No local estão pessoas em situação de rua antes acolhidas em abrigo municipal na Vila Luizão e que, por terem diagnósticos de saúde mais delicados, identificados por uma triagem médica, foram isolados logo no início da pandemia de coronavírus na capital por se tratar de grupo de risco. Neste novo espaço, alugado pela Prefeitura de São Luís, os acolhidos contam com um ambiente ainda mais arejado, de quartos e banheiros individuais, essencial para a proteção contra a Covid-19.

Para uma das moradoras do Centro Combonianos, a acolhida e o tratamento oferecidos pela equipe da Semcas são motivos de felicidade em meio à pandemia de Covid-19. “Desde que cheguei no acolhimento, vejo que há uma preocupação de cada um que integra a coordenação dos abrigos. Não tenho palavras para agradecer o que o município tem feito por cada um de nós, que já enfrentamos outros problemas de saúde e ficamos ainda mais vulneráveis ao coronavírus”, destacou Alexia Marques, de 44 anos. Assim como ela, quem também expressa gratidão pela acolhida é o pernambucano Ubiratã José de Lima, de 65 anos. “O atendimento de cada um é muito bom, sou eternamente grato por tudo que fazem por mim”, ressalta.

Outra instituição de acolhimento que também foi beneficiada nesta primeira fase da distribuição de máscaras e kits de higiene realizada pela Prefeitura de São Luís foi a Residência Inclusiva, também no Olho d’Água, que abriga pessoas com deficiência física e mental, a exemplo da jovem Michele Costa, de 29 anos, que está na instituição há quase dois anos. “Estar na Residência Inclusiva foi a melhor coisa que me aconteceu. Aqui é o meu lar, onde eu vivo e convivo com semelhantes. Temos o melhor tratamento que poderíamos ter e sou muito feliz por a equipe se preocupar com a máscara que a gente tem de usar agora, neste momento de combate ao vírus”, frisou. Michele tem mobilidade reduzida e precisa de cadeira de rodas para se locomover.

PROTEÇÃO

A distribuição de máscaras segue recomendação do prefeito Edivaldo que determinou a contratação de microempresas – também a fim de estimular o empreendedorismo local neste momento de pandemia – para a fabricação do acessório de proteção, indispensável para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

De acordo com a Semcas, as máscaras também serão entregues às famílias de baixa renda de São Luís, em conjunto a outras iniciativas sociais, como entrega de alimentos, que vêm sendo realizadas na capital desde março. Por meio do Centro de Referência e Assistência Social (Cras) de cada área da cidade, a Prefeitura, com a iniciativa, visa promover mais proteção individual neste momento.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!