ASSISTÊNCIA SOCIAL

Prefeitura de São Luís entrega jogo educativo sobre novo coronavírus, material didático e cesta básica para assistidos por programas sociais

Público-alvo são crianças e adolescentes atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos; gestão do prefeito Edivaldo entregará 3.300… [ ]

19 de maio de 2020

Público-alvo são crianças e adolescentes atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos; gestão do prefeito Edivaldo entregará 3.300 kits à famílias que também estão recebendo cestas básicas como parte das ações de assistência social

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) retomou, na manhã desta terça-feira (19), nas regiões do Centro e Vila Janaína, a distribuição dos kits contendo jogos de tabuleiros educativos sobre o novo coronavírus e material didático para o entretenimento das milhares de crianças e adolescentes acompanhadas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O Serviço é vinculado aos 20 Centros de Referências de Assistência Social (Cras) da cidade. Na ocasião, foram distribuídas também cestas básicas. Dos 300 kits doados nesta ação, 125 foram para a região da Vila Janaína e o restante para a Casa do Bairro e instituições parceiras conveniadas que auxiliam na execução do SCFV. Ao todo, a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior entregará 3.300 kits que ajudarão as famílias a passar pelo isolamento social em decorrência da pandemia.

O jogo de tabuleiro foi desenvolvido em parceria com o ilustrador Ricardo Pontes e serve para entreter, educar e prevenir crianças e seus familiares sobre o novo coronavírus. Além do jogo, o kit educativo inclui material didático como caderno, lápis, borracha, cola, lápis de cor e apontador. Para dar celeridade nas entregas, a Semcas se articulou com as 44 instituições conveniadas que possuem grupos com esse público no SCFV.

“Tem sido toda uma soma de esforços da gestão do prefeito Edivaldo para que possamos chegar nos mais diversos públicos atendidos pela política de assistência social. Além de conceder as cestas básicas, as famílias que possuem crianças e/ou adolescentes atendidos pelo SCFV passam a receber os kits como forma de ajudar nesse momento de distanciamento social, auxiliando a família se entreter e aprender. A suspensão das atividades presenciais como oficinas, teatro, capoeira e música afeta nossas crianças. Esperamos que quando tudo isso passar, nossas meninas e meninos retornem para as ações”, disse a secretária da Semcas Andréia Lauande.

O SCFV é executado como complemento do trabalho social com as famílias, é realizado em grupos, de acordo com o ciclo de vida. Atualmente, cerca de cinco mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos participam do serviço, em regiões da cidade como Centro, Coroadinho, Maracanã, Vila Bacanga, Cohab, Cidade Operária, Anjo da Guarda, Anil, Vila Nova, João de Deus, Bequimão, Estiva, São Francisco, Bairro de Fátima, São Raimundo, Liberdade, Cidade Olímpica, Vinhais e Vila Janaína.

Maria Clara Carvalho, 6 anos, participa do grupo da Casa do Bairro, localizado na área do Desterro, Centro, e estava muito empolgada com o recebimento do material. “Eu amei. Eu e minha irmã vamos brincar muito. Nós estamos há vários dias em casa, então é bom ter mais algo pra fazer”, disse a pequena Clara.

Hoyane Carvalho, estudante, desempregada, mãe de Maria Clara e Ana Lara, tem as duas filhas acompanhadas pela Casa do Bairro. Junto com o kit educativo ela também recebeu a cesta básica. “Aqui em casa nós somos cinco pessoas, três adultos e duas crianças, a chegada da equipe hoje com esses apoios é fantástica, ajuda bastante mesmo. Eu gosto muito do trabalho que é desenvolvido pela equipe da Casa do Bairro, eles nos dão muita assistência, é gratificante ter minhas filhas lá e espero que tudo isso passe para elas voltarem logo”, falou Hoyane.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!