CIDADE

Prefeitura de São Luís realiza obra de contenção de encosta no bairro Sá Viana

Sob orientação do prefeito Edivaldo, equipes estão trabalhando na estabilização da encosta com estruturas de concreto armado; operários seguem as… [ ]

28 de maio de 2020

Sob orientação do prefeito Edivaldo, equipes estão trabalhando na estabilização da encosta com estruturas de concreto armado; operários seguem as normas de segurança  impostas por autoridades de saúde para a prevenção ao novo coronavírus

A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior está realizando trabalho de contenção de uma encosta bastante íngreme que separa a Rua Militana Ferreira (no alto) da Rua Tomáz de Aquino (abaixo), no bairro Sá Viana, situado nas proximidades da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O declive é uma das dezenas de áreas de risco mapeadas pela Prefeitura de São Luís e que representa risco de deslizamentos em períodos chuvosos. Nesta semana, as equipes – que seguem as normas de segurança  impostas por autoridades de saúde para a prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) – estão trabalhando na estabilização da encosta com estruturas de concreto armado.

“A recuperação de encostas e preservação de habitações em áreas de risco de deslizamentos é uma preocupação constante da nossa gestão, que tem feito um trabalho incansável de mapeamento dos pontos críticos, prestando assistência aos moradores e realizando obras de prevenção e manutenção”, comentou o prefeito Edivaldo.

No local da obra, ao sopé da encosta, estão sendo fabricadas as tramas de aço que darão rigidez às peças de concreto. Ao mesmo tempo, as equipes de trabalhadores estão demolindo parte das estruturas antigas que davam sustentação à Rua Militana Ferreira, para substitui-las por estruturas novas, concretadas, projetadas para conter o avanço da erosão e resistir à enxurrada.

As equipes da Prefeitura também estão trabalhando na limpeza geral da encosta e desobstrução dos pontos de apoio estruturais da Rua Militana, que fica no ponto mais acima do declive. “A enxurrada é muito forte na época de chuva e a água que vem lá de cima às vezes parece uma cachoeira”, comentou o morador Antônio Carlos Barbosa, sobre a importância da obra de contenção da encosta.

ESTRATÉGIA

Lembrando que, desde o início do ano, a Prefeitura de São Luís divulgou dados do plano de contingência para o período chuvoso, que geralmente vai de janeiro a maio/junho, identificando cerca de 60 pontos de risco de possíveis ocorrências de deslizamentos. O plano foi elaborado pela Defesa Civil do Município, que é ligada à Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc).

Dentre os serviços realizados pelo município estão as vistorias, interdição de imóveis com risco de desmoronamento, remoção das famílias que estão em situação de risco por conta das chuvas, criação e acompanhamento dos Núcleos Comunitários da Defesa Civil (NUCDCs), onde são repassadas orientações sobre como os moradores dos bairros  devem proceder em casos de emergência, além de ações sociais e emissão de laudos.

A estratégia torna-se necessária, pois, a exemplo dos últimos anos, São Luís tem registrado uma forte incidência de chuvas. Em 2020, para se ter uma ideia, em janeiro, o volume de chuvas chegou a 483 mm, sendo que a média histórica do mês é de 244 mm, registrada pelo Núcleo de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (NuGeo).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!